Pazuello deixa Exército à disposição de Ratinho Jr. para entrega de remédios ao Paraná

Jorge de Sousa

Ratinho Junior e Eduardo Pazuello discutem medidas para Covid-19 no Paraná

O governado do Paraná, Ratinho Junior (PSD), e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, farão pronunciamento às 14h desta quinta-feira (23) sobre a situação da Covid-19 no estado.

Nesta quarta-feira (22), o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, afirmou que o Paraná está no limite de medicamentos para entubação de pacientes contaminados pela Covid-19.

O último boletim da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) mostrou que o estado bateu o recorde diário de mortes pela doença com 71 óbitos incluídos aos registros oficiais.

AO VIVO: VEJA PRONUNCIAMENTO DE RATINHO E PAZUELLO

http://www.paranaeducativa.pr.gov.br/modules/programacao/tv_ao_vivo.php

MINISTRO REFORÇA ATENDIMENTO NO INÍCIO DA COVID-19

Na entrevista coletiva, Eduardo Pazuello reforçou que as prefeituras e governos estaduais precisam se adequar a recomendação do Ministério da Saúde de promover um atendimento aos pacientes logo no início dos sintomas da Covid-19.

“Não é mais para ninguém ficar em casa, passando mal. Procure o médico logo nos primeiros sintomas. Com os medicamentos e doses recomendadas, é possível que o paciente não chegue ao atendimento na UTI. A UTI precisa ser o seguro de carro, que está lá, mas que não precisamos usar”, pontuou Pazuello.

O ministro também afirmou que o exército pode ser acionado para auxiliar na logística da chegada dos remédios para entubação de pacientes.

“Caso precisamos fazer uma entrega emergencial, se precisar em poucas horas, em um dia, faremos a entrega para não deixar faltar. Não temos um estoque para abastecer todos os estados ao mesmo tempo, temos que chegar em um equilíbrio do mercado”, finalizou Pazuello.

Previous ArticleNext Article