Política
Compartilhar

PDT confirma candidatura de Ricardo Gomyde ao governo do Paraná

Oficialização da candidatura foi comunicada na convenção nacional do PDT, que também confirmou o nome de Ciro Gomes.

Vinicius Cordeiro - 20 de julho de 2022, 20:00

(Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press)
(Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press)

O presidente do PDT (Partido Democrático Trabalhista), Carlos Lupi, confirmou hoje (20) que o partido terá o ex-deputado federal Ricardo Gomyde como candidato nas Eleições 2022 na disputa ao governo do Paraná.

A informação foi confirmada na convenção nacional do PDT, realizada nesta quarta-feira em Brasília, no Distrito Federal. O evento ainda oficializou o ex-ministro Ciro Gomes como candidato para presidente da República

Com isso, a disputa pelo Palácio do Iguaçu segue com oito nomes - veja a lista abaixo. Vale lembrar que César Silvestri Filho, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Guarapuava, deixou a disputa.

VEJA MAIS SOBRE AS ELEIÇÕES 2022

LISTA DOS PRÉ-CANDIDATOS AO GOVERNO DO PARANÁ NAS ELEIÇÕES 2022

Ex-vereador de Londrina e ex-deputado federal, Eduardo Petriv é mais conhecido como Boca Aberta.

Em 2017, ele teve o mandato de vereador cassado por quebra de decoro parlamentar. O processo o deixou inelegível pelo prazo de oito anos, mas, em 2018, ele teve a candidatura registrada por força de uma liminar concedida pelo TJ-PR (Tribunal de Justiça do Paraná) que suspendeu os efeitos da cassação. Assim, conseguiu se eleger deputado federal.

Contudo, ele voltou a ser cassado - desta vez pelo TSE, por causa da cassação enquanto vereador. Boca Aberta é conhecido por propostas polêmicas, como amputar as mãos de políticos condenados por crimes de abuso de poder ou corrupção.

Filho do apresentador Ratinho, o atual governador do Paraná tem 41 anos e é filiado ao PSD. 

Formado em Marketing e Propaganda, foi eleito deputado estadual em 2022 e depois teve dois mandatos como deputado federal. Na administração estadual, Ratinho Junior atuou na chefia da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano do Paraná (SEDU) durante a gestão do ex-governador Beto Richa.

Em 2018, venceu a eleição para governador do Paraná no primeiro turno.

Apoiador ferrenho do presidente Jair Bolsonaro, o atual deputado federal ganhou destaque como integrante do MBL (Movimento Brasil Livre) em 2016.

Nascido em Londrina e advogado, Filipe Barros já foi vereador e é filiado ao PL (Partido Liberal). 

Professor, Flávio Arns tem 71 anos e também é experiente na política. Atual senador pelo Podemos, foi deputado federal em três mandatos seguidos, teve papel como vice-governador de Beto Richa em 2010.

Com o trabalho voltado para pessoas com deficiência, Flávio Arns também foi presidente da Federação Nacional das APAE e da Associação Brasileira de Desportos de Deficientes Mentais.

Candidata do PSOL, Angela Machado ficou conhecida na defesa dos professores no confronto com a polícia realizado no dia 29 de abril de 2015. A classe protestava contra a reforma da Previdência e o episódio acabou marcado como "Batalha do Centro Cívico" e deixou mais de 200 pessoas feridas.

Angela já disputou eleições para vereadora e deputada estadual, mas não foi eleita nenhuma vez até hoje.

Gomyde foi deputado federal nos anos 90 e assessor do Ministério dos Esportes na gestão da presidenta Dilma Rousseff (PT). Em 2014, perdeu a disputa pelo Senado ao ficar ficar em segundo lugar, com 12% dos votos, para Álvaro Dias.

Requião tem longa trajetória na política e volta a disputar o cargo de governador aos 81 anos e filiado ao PT (Partido dos Trabalhadores). 

Em 2018, perdeu a eleição para senador. No entanto, já exerceu dois mandatos no Senado Federal,  além de ter sido deputado estadual e prefeito de Curitiba. 

Formado em Jornalismo e Direito, Roberto Requião está com apoio do ex-presidente Lula e tenta desbancar o favoritismo de Ratinho Junior.

Professora de música e nascida em Maringá (PR), Solange Bueno nunca concorreu a um cargo na política e tem sua primeira corrida eleitoral neste ano.