Plágio de apoiadores de Bolsonaro repercute no México e vira piada nas redes sociais

Fernando Garcel

O plágio de uma obra de arte do artista mexicano Jesús Helguera feito por apoiadores do governo Bolsonaro repercutiu em jornais mexicanos e virou piada nas redes sociais no último final de semana.

Nota do MEC com erro de português e teoria da conspiração vira piada na internet

Helguera nasceu em Chihuahua em 1910, durante a Revolução Mexicana, motivo que o levou a migrar para Espanha com seus pais. Lá, ele estudou artes e pintura no Museu Del Prado. Aos 26 anos, o pintor voltou para o México e usou o momento nacionalista pós-revolução como inspiração para suas obras.

“La Patria y el Niño”, de 1942, teve a bandeira e o fundo modificados. Na versão alterada, inclusive, vê-se ao fundo o Cristo Redentor.


Comparação entre a arte plagiada e a obra original. │ Reprodução / Twitter

O caso repercutiu no jornal mexicano “El Heraldo” na última sexta-feira e sábado e rendeu piadas de mexicanos nas redes sociais.

A obra de arte plagiada não foi utilizada pelo Ministério da Educação (MEC), como atribui o periódico mexicano, mas sim por apoiadores e correligionários do governo Bolsonaro no fim do mês passado, após a polêmica envolvendo a pasta sobre o pedido de gravação e divulgação de crianças – o que é vetado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) – cantando o hino nacional brasileiro em escolas públicas e privadas.

Leia também:

MPF pede explicação a ministro da Educação sobre carta para escolas
MEC pede a escolas para que cantem o hino nacional e filmem as crianças

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook