Política
Compartilhar

Podemos decide apoiar Rodrigo Garcia em SP após romper com Arthur do Val

Sigla não terá uma candidatura própria. Arthur do Val era o nome do partido, mas após vazamento de áudios sexistas, o membro do MBL pediu desfiliação.

Fábio Zanini - Folhapress - 21 de abril de 2022, 09:55

(Foto: Reprodução/Instagram)
(Foto: Reprodução/Instagram)

O Podemos decidiu apoiar o governador Rodrigo Garcia (PSDB) em seu projeto de reeleição em São Paulo e, portanto, não terá uma candidatura própria.

O projeto inicial da sigla era o de lançar Arthur do Val (hoje na União Brasil) como candidato ao Governo de SP. No entanto, após o caso do vazamento de áudios sexistas sobre mulheres ucranianas, o membro do MBL pediu desfiliação e a sigla aceitou.

Sergio Moro (também na União Brasil) chegou a sugerir que Renata Abreu, presidente do Podemos, se tornasse candidata, mas o projeto não avançou. O próprio ex-juiz deixou a sigla pouco depois e se juntou à União Brasil.

"O Podemos sempre defendeu o amplo debate do centro democrático que busca a consolidação da
terceira via no Brasil. Os partidos que compõem esse grupo estão alinhados com o governador Rodrigo Garcia. Estaremos, por coerência política, no mesmo campo no estado de São Paulo", diz Thiago Milhim, presidente do diretório do Podemos em São Paulo.

"Rodrigo possui uma biografia brilhante. É equilibrado, gestor público experiente e conhece como poucos o estado de São Paulo", completa.

Milhim assumirá a pasta de Esportes do Governo de São Paulo nesta quinta-feira (21). Ele foi subprefeito em Casa Verde, Cachoeirinha e Limão, e foi secretário municipal de Esportes na Prefeitura de São Paulo de janeiro de 2021 a janeiro de 2022.