Na UTI com covid-19, prefeito eleito acorda de sedação para tomar posse no PR

Redação

marcelo puppi prefeito campo largo covid-19 internado uti

O prefeito Marcelo Puppi (DEM), reeleito em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, tomou posse mesmo internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital do Rocio. Ele teve que ser acordado da sedação, na tarde da última sexta-feira (1), para o ato ser realizado por videoconferência. Não houve qualquer tipo de registro para preservar a privacidade do paciente diagnosticado com covid-19.

A leitura do termo de posse foi feito por um dos médicos. Três dos 11 vereadores eleitos foram ao hospital e viram que o prefeito reeleito respondeu assertivamente com a cabeça. Depois disso, o trio se dirigiu à Câmara Municipal para, ao lado dos outros parlamentares, dar posse ao vice-prefeito Mauricio Rivabem, que atua como prefeito em exercício até Puppi se reestabelecer.

De acordo com o último boletim médico divulgado pelo Hospital do Rocio, Puppi está lúcido e acordado após ter sido intubado, mas segue sem previsão de alta. O estado de saúde também foi confirmado por familiares pelas redes sociais, que agradeceram todos os envolvidos no episódio.

“O ato seguiu todas as normas de segurança. Uma comitiva de três vereadores se dirigiu ao hospital e um representante da Câmara Municipal, bem como, alguns profissionais da saúde atestaram. Agradecemos a humanidade dos vereadores, pela solidariedade, neste momento tão excepcional da nossa história”, diz a família em nota divulgada.

PREFEITO DE CAMPO LARGO FOI INTERNADO 11 DIAS APÓS VENCER ELEIÇÃO

marcelo puppi, prefeito de campo largo, uti, covid-19, hospital do rocio
Prefeito ao lado da esposa Daniela.(Reprodução/Instagram)

Marcelo Puppi foi reeleito prefeito de Campo Largo nas eleições municipais no dia 15 de novembro, com 21.566 votos (39,26%). Contudo, ele e a esposa Daniela Corsini Puppi receberam diagnóstico positivo para covid-19 no dia 24 de novembro. Quatro dias antes, eles já estavam em isolamento após terem tido contato com pessoas infectadas no domingo do pleito.

No dia 26, o casal foi internado. A doença não gerou complicações para a primeira-dama, que deixou o hospital no dia 28 de novembro. Porém, no mesmo dia, Puppi foi encaminhado para um leito de UTI. Na metade de dezembro, ele chegou a ser intubado devido às complicações do coronavírus. Neste momento, o paciente está traqueostomizado e em desmame de ventilação.

De acordo com o último boletim estadual, Campo Largo acumula 6.701 casos (5.086 recuperados) e 129 mortes por covid-19. O Paraná totaliza 416.434 infectados (306.432 recuperados) e 7.938 óbitos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="737080" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]