Política
Compartilhar

Presidenciáveis começam a ser oficializados nesta quarta (20)

Período de convenções partidárias vai até 5 de agosto. Saiba as datas de lançamento das candidaturas postulantes ao Palácio do Planalto.

Johan Gaissler - 20 de julho de 2022, 10:00

(Foto: Alan Marques/Folhapress)
(Foto: Alan Marques/Folhapress)

Os presidenciáveis brasileiros começam a ser oficializados nesta quarta-feira (20). A partir de hoje, é iniciado o período de convenções partidárias para as eleições de outubro de 2022. Saiba na sequência as datas de lançamento das candidaturas postulantes ao Palácio do Planalto.

Conforme determinação do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o período de convenções deve ser feito até o dia 5 de agosto. Entre os pré-candidatos à presidência, Ciro Gomes (PDT) será o primeiro a oficializar a entrada na corrida presidencial.

Ciro Gomes - 20 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

O pré-candidato à presidência pelo PDT (Partido Democrático Trabalhista), Ciro Gomes, lança a candidatura ao Palácio do Planalto nesta quarta-feira, 20 de julho. Ciro foi prefeito de Fortaleza, governador do Ceará e ministro dos governos Itamar Franco e Lula. Será presidenciável pela quarta vez. Concorreu em 1998, 2002 e 2018.

Luiz Inácio Lula da Silva - 21 de julho

(Foto: Ricardo Stuckert/PT)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o pré-candidato do PT (Partido dos Trabalhadores) ao Palácio do Planalto. A convenção do partido será na quinta-feira, 21 de julho. Lula foi presidenciável em 1989, 1994, 1998, 2002 e 2006. Nas três primeiras oportunidades, foi derrotado. Foi eleito em 2002 e reeleito em 2006. Concorrerá à presidência do Brasil pela sexta oportunidade. 

André Janones - 23 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

O deputado federal André Janones oficializa a candidatura à presidência pelo Avante no sábado, 23 de julho. Janones é advogado e exerce o primeiro mandato como parlamentar, sendo eleito em 2018 por Minas Gerais. Ficou conhecido nacionalmente quando foi uma das lideranças na greve dos caminhoneiros, ocorrida em maio daquele mesmo ano.

Jair Bolsonaro - 24 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

O presidente Jair Bolsonaro lança a candidatura à reeleição no domingo, 24 de julho. Desta vez pelo PL (Partido Liberal), Bolsonaro foi eleito presidente do Brasil em 2018. Antes disso, concorreu a eleições proporcionais, sendo eleito deputado federal pelo Rio de Janeiro por sete vezes seguidas: 1990, 1994, 1998, 2002, 2006, 2010 e 2014.

Leonardo Péricles - 24 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

Leonardo Péricles oficializa a candidatura ao Palácio do Planalto também no domingo, 24 de julho. Péricles também é presidente do Unidade Popular pelo Socialismo, sigla registrada oficialmente em dezembro de 2019 e que fará a estreia em eleições gerais.

Simone Tebet - 27 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

Simone Tebet lança a candidatura à presidência da República na quarta-feira, 27 de julho. Tebet é senadora pelo Mato Grosso do Sul e foi vice-governadora do mesmo estado, além de prefeita de Três Lagoas. Ela é pré-candidata pelo MDB (Movimento Democrático Brasileiro).

Felipe D'Ávila - 30 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

Felipe D'Ávila oficializa a entrada na corrida presidencial em 2022 pelo partido Novo no sábado, dia 30 de julho. O cientista político e editorialista concorre pela primeira vez numa eleição, representanto a sigla na segunda eleição nacional dela.

Pablo Marçal - 30 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

No sábado, 30 de julho, Pablo Marçal irá lançar a candidatura à presidência do Brasil pelo PROS (Partido Republicano da Ordem Social). Marçal é graduado em direito e irá concorrer a um cargo político pela primeira vez. No início do ano, liderou um grupo que foi a uma montanha na Serra da Mantiqueira, que teve de ser resgatado devido às más condições do tempo.

Sofia Manzano - 30 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

Sofia Manzano oficializa a pré-candidatura à presidência no sábado, 30 de julho. Representante do PCB (Partido Comunista Brasileiro). Foi candidata à vice-presidência do Brasil em 2014, na chapa de Mauro Iasi, pelo mesmo partido. É militante do PCB desde 1989

Vera Lúcia - 31 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

No domingo, 31 de julho, Vera Lúcia lança a candidatura pelo PSTU (Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado). Concorreu como presidenciável em 2018. Antes, foi postulante ao Senado, ao Governo de Sergipe e à Prefeitura de Aracaju

Eymael - 31 de julho

(Foto: Reprodução/Twitter)

José Maria Eymael será o candidato do Democracia Cristã à presidência do Brasil pela sexta vez. Esteve presente nas eleições gerais de 1998, 2006, 2010, 2014 e 2018. A candidatura será oficializada no domingo, dia 31 de julho.

Luciano Bivar - 5 de agosto

(Foto: Reprodução/Twitter)

Luciano Bivar será o candidato do União Brasil à presidência. O partido é o resultado da fusão entre o Democratas e o PSL (Partido Social Liberal). Bivar era presidente do PSL, que elegeu Jair Bolsonaro em 2018, e concorreu ao Palácio do Planalto em 2006. Antes, foi deputado federal. A candidatura será lançada na sexta-feira, dia 5 de agosto.