Política
Compartilhar

Procuradores da Lava Jato são contra transferência de Lula da PF

O Ministério Público Federal se posicionou contra o pedido da Polícia Federal para que o ex-presidente Luís Inácio Lula ..

Jordana Martinez - 25 de abril de 2018, 17:09

Fotos: William Bittar / CBN Curitiba
Fotos: William Bittar / CBN Curitiba

O Ministério Público Federal se posicionou contra o pedido da Polícia Federal para que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva seja transferido da superintendência da PF para outro local. O documento, assinado por 13 procuradores, entre eles o coordenador da força-tarefa da Lava Jato no MPF, Deltan Dallagnol, foi publicado em resposta ao pedido protocolado pela Procuradoria Geral do Município de Curitiba.

Segundo os procuradores, a sede da PF seria o melhor local para "garantir o controle das autoridades federais sobre as condições de segurança física e moral" de Lula.

Sobre as manifestações de apoiadores de Lula no entorno da PF, os procuradores afirmaram não ser possível retirar as pessoas do local.

“No aparente conflito constitucional, se por um lado os moradores do entorno da sede da Polícia Federal em Curitiba têm o direito de ir e vir e de não serem perturbados por manifestações, também é certo que devem suportar o desconforto e as limitações decorrentes do poder estatal de administração da justiça, da garantia de incolumidade dos presos, e até do exercício da manifestação pacífica”, afirmam os procuradores.

A decisão de manter Lula na PF, ou encaminhá-lo a um presídio, está nas mãos da juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara Federal de Curitiba, responsável pela custódia.

Ainda segundo o texto, até agora foram protocolados ao menos quatro pedidos de transferência do ex-presidente.

"Isto posto, manifesta-se o Ministério Público Federal pelo indeferimento do pedido de transferência de Luiz Inácio Lula da Silva formulado pela Procuradoria-Geral do Município de Curitiba/PR mantendo-se o apenado custodiado na Superintendência Regional da Polícia Federal em Curitiba/PR", conclui.