Propaganda eleitoral gratuita em rádios e TVs começa nesta sexta-feira

Redação


Com informações de Brunno Brugnolo, do Metro Jornal Curitiba

A propaganda eleitoral gratuita nas emissoras de rádio e televisão para os candidatos a prefeito e vereador começa nesta sexta-feira (26) em todo o país. O horário para as campanhas vai até o dia 29 do mês que vem, três dias antes do primeiro turno, em 2 de outubro.

Para estas eleições já valem as novas regras da reforma eleitoral do ano passado. que reduziu o tempo de propaganda gratuita de 45 para 35 dias. Os dois blocos de programação diária de segunda a sábado – agora só para prefeitos – também foram reduzidos de 30 para 10 minutos.

Em Curitiba, o candidato Rafael Greta (PMN) terá o maior tempo, com pouco mais de 2 minutos. Apesar do partido pequeno, o ex-prefeito ficou na frente devido à coligação com legendas que têm grandes bancadas na Câmara Federal. Segundo a Lei das Eleições (9.5007). 90% do tempo é dividido proporcionalmente ao número de representantes que o partido ou coligação tenha na Câmara dos Deputados. Os outros 10% são distribuídos igualitariamente.

De acordo com sua coordenação de campanha. Greca mostrará em seus programas como é possível realizar as ações e intervenções urbanas de forma criativa, simples e com a participação da comunidade.

CapturarNa outra ponta, o candidato do PRP, Afonso Rangel. terá apenas 9 segundos – o menor de todos. “Com esse tempo não tem muito o que fazer, vou exibir um teaser chamando os eleitores para o meu canal no Youtube. Minhas propostas vão estar na internet, já que a lei não me dá o tempo no rádio e na TV”, disse Rangel.

A estratégia será parecida com a de Xénia Mello (Psol), que com apenas 11 segundos vai apresentar uma proposta ou outra na TV e fazer ‘propagandas casadas com a internet’.

Com o terceiro menor tempo (17s), Ademar Pereira (Pros) vai utilizar a primeira semana do horário gratuito para se apresentar à população. Segundo sua coordenação, os programas terão um formato diferente do tradicional, com ‘uma surpresa por dia’ para chamar a atenção.

Quem também vai fugir do formato padrão é Requião Filho (PMDB). O deputado estadual colocou como exigência a contratação de uma produtora de vídeos que nunca tivesse trabalhado em campanhas eleitorais, para inovar. Seu horário de rádio e TV vai seguir a linha da websérie documental que está exibindo diariamente no Facebook.

A colega de Assembleia Legislativa Maria Victória (PP), que tem o segundo maior tempo, vai mesclar seus programas entre propostas e apresentação pessoal, já que é a mais nova candidata, com apenas 24 anos, e ficou conhecida por boa parte da população há apenas dois anos, quando disputou as eleições de 2014.

Já a coordenação de campanha do experiente Ney Leprevost (PSD) informou que não poderia divulgar o conteúdo dos propagandas, mas adiantou que será uma campanha alegre e propositiva.]

Em contrapartida, o também deputado Tadeu Veneri (PT) abriu o jogo. O petista declarou que vai usar seu tempo majoritariamente para apontar os problemas da cidade e suas soluções. “Vamos focar na cidade, mostrar para os curitibanos o que pode e deve ser feito para melhorar o que temos hoje. É preciso enfrentar os problemas históricos como do transporte coletivo, da coleta de lixo e da especulação imobiliária e mostrar que as soluções estão aqui na própria cidade, não precisa pegar exemplo em Nova Iorque ou outro lugar”.

Por fim, o atual prefeito Gustavo Fruet (PDT) deve iniciar seus programas com uma breve biografia e na sequência apresentar os dados de sua gestão. Segundo a campanha, Fruet vai ‘comparar sua gestão com as anteriores e mostrar que foi a melhor já feita, apesar do período de retração econômica por qual atravessa o país’.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="381522" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]