Proposta que altera regras da Lei de Acesso à Informação é aprovada na Câmara

Agência Câmara

Senado aprova PEC que isenta prefeitos e governadores de gasto mínimo em educação

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados aprovou proposta que altera as regras da Lei de Acesso à Informação (LAI) no caso das agências reguladoras. O texto também exige publicidade sobre taxas e emolumentos cobrados por essas autarquias e sobre os gastos com as fiscalizações.

Hoje a LAI se aplica às agências reguladoras em linhas gerais. A proposta busca assegurar a divulgação dos atos e dos motivos que nortearam as decisões das agências e preservar o anonimato em caso de denúncias.

O projeto foi aprovado na forma do substitutivo elaborado pelo relator, deputado Lucas Gonzalez (NOVO-MG). Ele fez ajustes no texto original do Projeto de Lei 1745/19.

“No que diz respeito à atuação de órgãos e entidades públicas ou que se valem de recursos públicos, busca-se com essa proposta conferir maior acesso aos interessados, relativamente às informações especificadas em seu bojo, com ênfase nas agências reguladoras”, disse Gonzalez ao recomendar a aprovação.

Segundo o autor da proposta, deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), é necessário assegurar a transparência no acesso a documentos públicos, sendo o sigilo a exceção. “As agências reguladoras devem informar sobre atos e eventos, como forma de facilitar a participação popular”, disse Bragança.

A proposta tramita em caráter conclusivo e ainda será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="795549" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]