Ratinho Junior sanciona ampliação das escolas cívico-militares no Paraná

Redação

Ratinho Junior sanciona ampliação das escolas cívico-militares no Paraná

O governador do Paraná, Ratinho Junior (PSD), sancionou nesta sexta-feira (15), o projeto de lei que amplia as escolas cívico-militares em todo estado.

O projeto havia sido criado pelo próprio governador, que encaminhou o texto em regime de urgência para a Assembleia Legislativa do Paraná. Os deputados estaduais aprovaram a proposta na íntegra nesta semana.

“Esse programa ajudará a transformar a educação do Paraná. Para entregar a melhor estratégia do Brasil precisamos trazer novas ideias. Esse é um modelo que já mostrou bons resultados. Contamos com o apoio da sociedade e vamos ofertar essa modalidade a partir deste ano”, explicou o governador Ratinho Junior.

A proposta sancionado por Ratinho Junior prevê que todos os colégios da rede estadual de ensino que se adequarem ao modelo cívico-militar poderão adotar esse sistema. Dessa forma, não apenas os municípios que tenham mais de dez mil habitantes poderiam adotar o sistema, mas sim qualquer cidade que conte com ao menos dois colégios estaduais situados na zona urbana.

O texto ainda aponta que cada comunidade escolar vote também que os colégios que adotarem o modelo não poderão ofertar ensino integral, técnico, educação para jovens e adultos e também aulas no período noturno.

Os colégios cívico-militares irão integrar as aulas dos professores da rede estadual com o controle administrativo e disciplinar dos militares. Cada escola terá um diretor geral e um diretor-auxiliar civil, além de um diretor cívico-militar e de dois a quatro monitores militares.

Todos os diretores cívico-militares serão indicados pela Secretaria da Educação e do Esporte, que também terá a função de acompanhar o funcionamento do programa e do cumprimento das metas acadêmicas.

O Governo do Paraná irá implementar 199 colégios cívico-militares já para o ano letivo de 2021, investindo R$ 80 milhões nesse modelo.

LEIA MAIS: MPF, MPT e MPPR pedem adiamento da prova do Enem no Paraná

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="739388" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]