Política
Compartilhar

Ratinho Junior entrega novas viaturas para PRF melhorar fiscalização das rodovias

Governador do Paraná, Ratinho Junior entregou 30 novas viaturas à Polícia Rodoviária Federal do Paraná (PRF-PR) para amp..

Redação - 22 de setembro de 2021, 14:49

Foto: Geraldo Bubniak/AEN
Foto: Geraldo Bubniak/AEN

Governador do Paraná, Ratinho Junior entregou 30 novas viaturas à Polícia Rodoviária Federal do Paraná (PRF-PR) para ampliar e melhorar o monitoramento das rodovias que cortam o Estado. A entrega simbólica das chaves foi feita nesta quarta-feira (22), na sede do órgão, em Curitiba. O evento fez parte da comemoração da Semana Nacional do Trânsito.

O investimento é de R$ 8 milhões e refere-se ao repasse contratual das concessionárias que administram os trechos rodoviários, oriundo das tarifas de pedágio.

A nova frota é formada por 29 veículos Chevrolet TrailBlazer e uma unidade operacional móvel. Segundo a PRF, será usada nas circunscrições das seguintes delegacias: Metropolitana, Ponta Grossa, Guarapuava, Londrina, Maringá, Cascavel e Foz do Iguaçu, abrangendo a fiscalização de todo o anel rodoviário estadual.

Ainda dentro desta parceria entre o governo do Paraná e a PRF, outras oito viaturas já foram encomendadas, além de uma motocicleta e mais quatro veículos que estão em processo de aquisição. Quando a remessa estiver completa, o repasse chegará a R$ 12,28 milhões.

“Para o Estado é importante colaborar para modernizar cada vez mais a PRF, uma instituição tão importante e que tem a responsabilidade de cuidar das nossas rodovias e também combater o crime organizado. O trabalho de fiscalização da polícia é fundamental para a população, o que torna a parceria ainda mais representativa”, destacou o governador Ratinho Junior.

O governador lembrou que a nova frota terá papel fundamental durante o processo de mudança das concessões das rodovias no Estado – o atual contrato de pedágio termina em novembro e a expectativa é que o novo anel, formado por 3,3 mil quilômetros, vá a leilão na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) ainda no primeiro semestre de 2022.

“Precisaremos de equipamentos novos, modernos, e equipes organizadas para a apoiar o usuário e prestar o melhor atendimento possível à população que usa as rodovias nesse período entre uma concessão e outra”, finalizou.