Ratinho Junior atualiza decreto com medidas contra a covid-19 no Paraná

Vinicius Cordeiro

ratinho junior, paraná, decreto, covid, lockdown

O governador Ratinho Junior (PSD) faz pronunciamento nesta sexta-feira (5), às 17h, sobre atualização do decreto contra a covid-19 no Paraná. Algumas medidas restritivas deverão ser mantidas diante do cenário de colapso iminente. No entanto, há expectativa que o comércio tenha liberação do governo para retomar as atividades após pressão exercida sobre o governo. Ou seja, pode haver um recuo em relação ao lockdown (fechamento de todos os serviços não essenciais) determinado na semana passada.

Ratinho está reunido com o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, para definir a estratégia que será adotada. Mais cedo, Beto Preto admitiu que os números preocupam e não justificam tantas flexibilizações nas ações.

“Os números não deixam a gente enganados. A cada 10 paranaenses que vão para UTI, três ou quatro vão perder a vida. Vai ter rotatividade de leitos. Uns vão melhorar. Outros vão perder a vida”, disse em entrevista à rádio Tarobá.

Contudo, a definição se passa por outras áreas. Vale lembrar que a gestão de Ratinho Junior zela com o setor econômico e tenta minimizar os impactos financeiros. Nesta semana, por exemplo, o governo do Paraná ressaltou que estão proibidos os cortes de luz e água durante a pandemia. Além disso, adiou em um mês os prazos de pagamento das parcelas do IPVA.

“Envolve também a Segurança, a Casa Civil, a Fazenda, queremos trabalhar com todos, mas estamos em um limite dramático e não dá para dizer que isso não está acontecendo”, completou Beto Preto.

O QUE FOI ANUNCIADO

As medidas anunciadas pelo governador Ratinho Junior:

  • PRORROGAÇÃO DO DECRETO, COM LOCKDOWN ATÉ A PRÓXIMA QUARTA-FEIRA (10);

A partir da quarta, o comércio pode reabrir. Confira o que foi apresentado:

  • Autorizado abrir o comércio, que é não essencial, das 10h às 17h, de segunda a sexta-feira. Comércio precisa fechar aos sábados e domingo;
  • Permanecem o toque de recolher a partir das 20h e as proibições de venda e consumo das bebidas alcoólicas;
  • Cada cidade acima de 150 mil habitantes pode fazer um decreto para adaptar questão dos mercado, panificadoras e afins;
  • Educação: escolas particulares podem retomar aulas presenciais com 30% de alunos nas salas e início do modelo híbrido na quarta-feira (10);
  • Escolas públicas: modelo híbrido a partir do dia 15 de março;

RATINHO ATUALIZA DECRETO CONTRA A COVID; LOCKDOWN ESTÁ EM VIGÊNCIA

O decreto em vigência contra a covid no Paraná determina lockdown (fechamento de tudo que não é essencial) até a próxima segunda-feira (8). Relembre as medidas adotadas pelo governo Ratinho Junior na semana passada:

  • suspensão do funcionamento dos serviços e atividades não essenciais;
  • proibição de circulação em espaços e vias públicas, das 20h às 5h;
  • proibição e comercialização e consumo de bebidas alcoólicas em espaços de uso público ou coletivo no período das 20h às 5h;
  • suspensão das aulas presenciais em escolas estaduais, públicas e privadas, inclusive nas entidades conveniadas com o Estado do Paraná, cursos técnicos e em universidades públicas e privadas;
  • adequação do expediente dos trabalhadores aos horários de proibição provisória de circulação definidos no decreto;
  • atividades religiosas somente com atendimento individual ou culto on-line;
  • regime de teletrabalho para órgãos do Estado;
  • permitidos delivery. drive-thru e take away;
  • priorização da substituição do regime de trabalho presencial para o teletrabalho, quando possível;
  • suspensão das cirurgias eletivas por 30 dias para unidades públicas e privadas;
  • intensificação da fiscalização para cumprimento das medidas;

Se você tiver dúvidas sobre quais atividades são essenciais no Paraná, clique aqui.

COVID NO PARANÁ

De acordo com o boletim desta sexta-feira (5), a taxa de ocupação dos leitos de UTI da rede pública exclusivos para Covid-19 é de 96%. O indicador é superior a 90% em todas as regiões: Leste (97%), Oeste (95%), Noroeste (96%) e Norte (97%).

No total, são 672.179 casos e 12.100 mortes devido ao coronavírus.

Nesta sexta-feira (5), o balanço das ações das equipes policiais mostraram que foram dispersadas 1.042 aglomerações durante a vigência do atual decreto. 3.597 estabelecimentos comerciais foram fiscalizados, dos quais 136 foram interditados e 82 multados por irregularidades relacionadas à pandemia. Por fim, 281 pessoas foram presas por descumprimento das medidas.

Desde o início da campanha de vacinação até esta sexta-feira (5) o Paraná vacinou 337.063 cidadãos. Ao todo, 455.608 doses foram aplicadas, das quais 118.545 se referem à dose de reforço. Até agora, o Estado recebeu do Ministério da Saúde um total de 853 mil doses, somados os imunizantes CoronaVac e AstraZenca/Oxford.

Previous ArticleNext Article