Eleito há dois anos, Ratinho Junior diz que governo encara “desafios jamais imaginados”

Redação

ratinho junior rússia paraná vacina covid

Ratinho Junior foi eleito governador do Paraná há exatamente dois anos, no dia 7 de outubro de 2018. Com 60% dos votos, equivalente a mais de 3,2 milhões, o ex-deputado não imaginava ter tantos obstáculos em seu mandato.

“Iniciamos a gestão com um projeto muito claro, de reforma administrativa, redução de gastos, descentralização da saúde e investimento em todas as áreas, especialmente em infraestrutura, saúde e educação. E é graças a esse plano de governo que estamos conseguindo enfrentar os desafios deste ano de 2020, que jamais imaginamos ter que administrar, como a pandemia de covid 19, a dengue e a maior crise hídrica dos últimos 100 anos no Paraná”, avalia Ratinho Junior.

Conforme os dados da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), o Paraná chegou a 185.746 casos confirmados e 4.659 mortes nesta quarta (7). O governo do Paraná lamenta as perdas e ressalta que nenhum cidadão ficou sem assistência. Isso foi destacado pelo secretário da Saúde, Beto Preto, na prestação de contas que fez em audiência pública na Alep (Assembleia Legislativa do Paraná) ontem, quando falou que o retorno das aulas deve ser feito a partir do dia 19 de outubro em algumas regiões do Estado.

Vale lembrar que o governo do Paraná também trabalha para a produção das vacinas contra a covid-19. A atual administração fechou acordo, por meio do Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná), com o Instituto Gamaleya, da Rússia, pela vacina Sputinik. A expectativa é que o protocolo de validação seja enviado para aprovação da Anvisa ainda neste mês. Além disso, o Hospital de Clínicas trabalha com a CoronaVac e a UFPR (Universidade Federal do Paraná) tamém

Já foram destinados R$ 200 milhões para a compra da eventual vacina. Metade do valor foi desembolsado pela Sesa enquanto a outra parte foi obtida por repasse dos cofres da Assembleia Legislativa do Paraná.

Além da cura para a covid-19, o governo liderado por Ratinho Junior ainda trabalha pela recuperação das atividades econômicas. “Sabemos que o desafio continua no pós pandemia, como reflexo das perdas na arrecadação deste ano. Vai ser um novo momento, mas estamos otimistas. O Paraná é um estado robusto, que mesmo durante a crise manteve em alta setores importantes, como o agronegócio, que bateu recordes de produção nos últimos meses”.

“Nossa intenção é continuar trabalhando para o crescimento do Paraná, seguir fortalecendo a nossa indústria, principalmente a de transformação de alimentos, gerar mais empregos e ser um dos estados a superar rapidamente os prejuízos causados pelos problemas enfrentados em 2020”, completou.

Previous ArticleNext Article