Política
Compartilhar

Ratinho Júnior tem medo e por isso me quer fora do debate, diz Ogier Buchi

O candidato ao governo do Paraná Ogier Buchi (PSL) chegou à RPCTV, por volta das 20h30 desta terça-feira sem saber se pa..

Roger Pereira - 02 de outubro de 2018, 21:15

foto da fran
foto da fran

O candidato ao governo do Paraná Ogier Buchi (PSL) chegou à RPCTV, por volta das 20h30 desta terça-feira sem saber se participará ou não do debate que a emissora promove a partir das 22h. Liberado pelo Tribunal Regional Eleitoral para fazer campanha e participar de todos os eventos políticos, o candidato é alvo de um recurso no Tribunal Superior Eleitoral que pode tirá-lo de cena mais uma vez (ele foi impedido de participar do debate da RICTV, na semana passada).

O recurso é movido pelo próprio partido do candidato, que, em nível nacional, fechou apoio do presidenciável Jair Bolsonaro a Ratinho Junior (PSD) e tenta inviabilizar a candidatura avulsa de Ogier. “O medo exacerbado de alguns membros do meu partido e de membros de outra candidatura, apoiada por eles, de que eu participe do debate, mostra que não há preparo. Porque não posso imaginar que num momento democrático seja lícito impedir alguém de participar do debate”, disse o candidato. “E, ainda neste momento, o partido tenta, desesperadamente, em Brasília, me impedir de participar também deste debate. Gostaria de saber o que eu represento de risco ao participar de um debate. Isso está muito longe da prática democrática que a população brasileira deseja”, prosseguiu.

Questionado quem teria medo dele, ele respondeu. “É absolutamente óbvio, o pessoal do meu partido já vai a eventos da candidatura do número 55. Muito embora isso seja prova absurda de infidelidade partidária, é o que está acontecendo. Ratinho Junior não demonstra medo, demonstra pavor. Essa clara intenção do partido de que eu não participe dos debates tem alguma coisa estranha”, disse. “Eu tenho 2% de intenções de voto. Porque tanto medo? Eles estão há anos construindo suas candidaturas, devem estar preparados para o debate”, concluiu.

Ao chegar para o debate, Ratinho Junior respondeu aos comentários do adversário. "Não tenho medo dele, nem de ninguém, respeito todos os candidatos e a questão da candidatura dele é problema dele com o partido dele, que ele precisa resolver internamente".