Política
Compartilhar

Renan Calheiros encontra com Lula e defende apoio do MDB ao petista

Apesar do apoio público do senador à candidatura de Lula, o MDB lançou a pré-candidatura da também senadora pelo partido Simone Tebet

Tayguara Ribeiro - Folhapress - 01 de fevereiro de 2022, 09:55

Wilson Dias/Agência Brasil
Wilson Dias/Agência Brasil

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) defendeu que o MDB apoie o ex-presidente Lula nas eleições deste ano, já no primeiro turno. A declaração do parlamentar ocorreu após um encontro com o líder petista, na noite desta segunda-feira (31). O governador de Alagoas e filho do senador, Renan Filho (MDB-AL), também participou da reunião, em São Paulo.

"Tivemos uma conversa com o presidente Lula sobre democracia, institucionalidade, economia e eleição. Inclusive a última, que elegeu Bolsonaro e quebrou o Brasil. Pessoalmente, defendo que, se o MDB não tiver um candidato competitivo, é mais consequente uma aliança com Lula", disse Renan Calheiros.

Apesar do apoio público do senador à candidatura de Lula ao Planalto no próximo pleito, o MDB oficialmente lançou a pré-candidatura da também senadora pelo partido Simone Tebet (MS). A candidatura foi lançada em dezembro do ano passado em meio à descrença de parte do mundo político, inclusive dentro do MDB, de que ela seja mantida até as eleições.

Muitos cogitam que o partido busca marcar posição e depois barganhar uma composição de chapa, incluindo a possibilidade de indicar um candidato a vice-presidente. O ex-presidente Lula mantém folgada dianteira na corrida presidencial para 2022 neste momento, com o atual titular do Planalto, Jair Bolsonaro (PL), em segundo lugar.

Na última pesquisa do Datafolha, realizada de 13 e 16 de dezembro com 3.666 pessoas com mais de 16 anos, Lula apareceu com 47% das intenções de voto e Bolsonaro, com 21% no cenário com diversos candidatos. A senadora Simone Tebet (MDB) tem registrado 1% das intenções de voto desde que o seu nome começou a ser ventilado para a candidatura a presidência.