Renan rebate críticas de Flávio e diz que não o ‘afetam e nem a CPI’

Folhapress

flavio bolsonaro, renan calheiros, cpi da covid, congresso, senado

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) respondeu neste sábado (16) às críticas do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) sobre o trabalho realizado pela CPI da Covid, da qual é relator. Em entrevista à rádio Jovem Pan, ele disse que a comissão tem aprovação popular e as provocações não o afetam.

Em entrevista à mesma rádio na sexta-feira (15), Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, afirmou que os trabalhos da CPI são “alucinação”. Em vias de chegar ao fim, é esperado que a comissão indicie o presidente a pelo menos 11 crimes.

Renan também negou que a comissão tenha qualquer viés político. “O relatório é produto do que pensa a maioria. Ele não pode ser uma identificação pessoal. Ele tem de ser verdadeiro, isento e amplo, na medida que ele for sustentado por todos”, declarou o senador.

“É preciso lembrar que o apoio popular à CPI chegou a bater 78% nas pesquisas do Datafolha”, concluiu o senador.

Indiciamento por 11 crimes

Em entrevista nesta semana, Renan já afirmou que pretende indicar ao menos 11 crimes.

Segundo o relator da CPI, seriam eles: epidemia com resultado morte; infração de medidas sanitárias; emprego irregular de verba pública; incitação ao crime; falsificação de documento particular; charlatanismo; prevaricação; genocídio de indígenas; crimes contra a humanidade; crimes de responsabilidade; e homicídio por omissão.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="796946" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]