Renda Agricultor familiar chega a Jacarezinho e deve beneficiar 106 famílias

Mariana Ohde


O escritório regional da Família e Desenvolvimento Social de Jacarezinho e o Comitê Regional do Projeto Família Paranaense estão tratando da ampliação do benefício Renda Agricultor Familiar na região. Em parceria com a Emater, o projeto contribui para a geração de renda e a autonomia do agricultor.

A ação beneficiará diretamente 11 municípios e alcançará 106 famílias de agricultores que estão em situação de vulnerabilidade social. Anunciada no início do mês, a ampliação do Renda Agricultor terá um investimento de R$ 6 milhões.

A expectativa é que 2,2 mil famílias sejam contempladas ainda este ano, em 156 municípios prioritários do Família Paranaense. Até 2019, a meta é alcançar 5.600 famílias. Agora, o benefício também chega à região de Jacarezinho.

De acordo com o chefe da regional, Lisandro José Veiga Baggio, os valores que os agricultores recebem podem ser aplicados em propostas que tragam melhoria na qualidade da água e do saneamento, melhoria na produção de alimentos para o autoconsumo e na geração de renda.

“O pequeno agricultor pode ser considerado uma pequena empresa, que pode gerar renda”, diz. Além disso, Baggio destaca que o Renda Familiar é de extrema importância para a emancipação das famílias e o combate à desigualdade social.

Renda 

Para a melhoria dos índices de qualidade de vida, a população incluída no Renda Agricultor tem acesso às políticas de cidadania e orientação sobre a preservação do meio ambiente. O programa atende famílias que vivem no meio rural, sobrevivem da agricultura e possuem renda per capita de até R$ 170,00 por mês.

Quando são selecionadas para participar, elas recebem um benefício fixo no valor de R$ 2 mil ou R$ 3 mil, que são pagos em parcelas de R$ 1 mil. Os recursos recebidos precisam ser investidos em um projeto, já previamente definido entre a família e os técnicos da Emater.

Retirar a população da pobreza é o principal objetivo do benefício. Lançado em dezembro de 2015 como projeto piloto, o Renda Agricultor Familiar já atendeu 186 famílias que vivem nos municípios de Antônio Olinto, Arapuã, Bocaiúva do Sul, Doutor Ulysses, Faxinal, General Carneiro, Grandes Rios, Inácio Martins, Ortigueira, Paula Freitas, Porto Vitória e São João do Triunfo.

Previous ArticleNext Article
Repórter no Paraná Portal
[post_explorer post_id="1533" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]