VÍDEO: Responsabilidade das empresas de Richa estava nas mãos do contador, afirma Fernanda Richa

Lorena Pelanda


Em depoimento divulgado nesta segunda-feira (24), a ex-secretária e primeira dama, Fernanda Richa, mulher do ex-governador Beto Richa (PSDB), afirma que todas as responsabilidades da empresa da família estavam nas mãos do contador Dirceu Pupo. Ela prestou esclarecimentos no dia 14 de setembro aos procuradores do Gaeco, do Ministério Público, que investigam a Operação Patrulha. “A relação que tenho com ele é quase uma relação de pai e filha, porque é ele quem cuida da minha família. Cuida até hoje e cuidará da minha família”, afirma Fernanda.

O interrogatório foi no dia 14 de setembro, três dias após ser presa. Fernanda Richa também negou ter atuado nos crimes pelos quais é suspeita. Segundo as investigações, ela participava da lavagem de dinheiro desviado no esquema. A lavagem de dinheiro, conforme os promotores, era feita por meio da compra e venda de imóveis.

O vídeo do interrogatório foi divulgado pelo Tribunal de Justiça do Paraná.

Confira o depoimento:

OPERAÇÃO RÁDIO PATRULHA

Beto Richa, sua esposa, Fernanda Richa, seu irmão, José Richa Filho, e outras 12 pessoas foram presos no dia 11 de setembro. As prisões foram efetuadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná (MP-PR).

A prisão foi em decorrência da Operação Rádio Patrulha, que investiga o direcionamento de licitação, para beneficiar empresários, e o pagamento de propina a agentes públicos, além de lavagem de dinheiro, no programa do governo estadual do Paraná, Patrulha do Campo, no período de 2012 a 2014. No programa, o governo locava máquinas para manter as estradas rurais.

Previous ArticleNext Article
Lorena Pelanda
Coordenadora de jornalismo da rádio BandNews FM Curitiba