Ricardo Barros pode ser candidato a prefeito de Maringá

Pedro Ribeiro


Se os astros continuarem a conspirando favoravelmente, como vem acontecendo há três décadas, o deputado federal, Ricardo Barros, líder do do Progressistas no Paraná poderá voltar a assumir a cadeira de prefeito de Maringá, onde tudo começou, no dia 15 de novembro de 1988 quando, aos 29 anos, assumiu a prefeitura da cidade, tornando-se o mais jovem prefeito do Brasil.

A história pode se repetir. Em entrevista nesta sexta-feira (3) ao jornalista Milton Ravagnani, da Band Maringá, Barros lembrou do seu primeiro grande passo na carreira política e sinalizou que isso poderia acontecer novamente, pois as eleições deste ano será no dia 15 e Novembro e “seria mais um grande presente que os eleitores poderiam me dar”.

Deputado Federal, ex-ministro da Saúde, Barros é o articulador da candidatura de seu irmão, Silvio Barros e a Coronel da Polícia Militar, Audilene, mas como deixou transparecer na entrevista, “tudo pode acontecer”.

Um dos mais bem articulados políticos do Paraná Barros, aos 60 anos, sempre teve uma estrela brilhando ao seu lado a começar pela esposa, Cida Borgethi, ex-governadora do Paraná e ex-deputada federal, além da filha, Maria Victória, deputada estadual e provavelmente vice-candidata na chama do prefeito de Curitiba, Rafael Greca.

Barros é assim. “Faço política de resultado, para acontecer”, disse. E ser prefeito da cidade onde nasceu e foi gestor, não está fora dos seus planos.

Previous ArticleNext Article
Pedro Ribeiro
Pedro Ribeiro é jornalista com passagens pela Gazeta do Povo, Folha de Londrina e O Estado do Paraná. Foi pioneiro com a criação do jornal eletrônico Documento Reservado e editor da revista Documento Reservado. Escreveu três livros e atuou em várias assessorias, no governo e na iniciativa privada, e hoje é editor de política do Paraná Portal.