Política
Compartilhar

Romanelli condena a desastrosa política econômica de Bolsonaro

Com Jair Bolsonaro, renda do trabalhador andou de ré, afirma deputado Luiz Cláudio Romanelli. Um desastre, diz ele.

Redação - Daiane Andrade - BandNews FM Curitiba - 10 de maio de 2022, 16:51

Foto/Divulgação
Foto/Divulgação

 

Numa dura crítica à política econômica do governo federal, o deputado paranaense, Luiz Claudio Romanelli (PSD), disse nesta terça-feira, 10, que a “política econômica do governo federal é um fracasso e a prova disso é a perda do poder de compra do trabalhador”. Ele ilustra seu pensamento observando que a renda do trabalhador andou de ré nestes quatro anos do governo Jair Bolsonaro.

O desabafo do parlamentar tem como base um levantamento da corretora de valores Tullett Prebon onde que Bolsonaro será o primeiro presidente desde a implantação do Plano Real que deixará como legado um salário mínimo valendo menos do que valia quando ele assumiu. O estudo mostra que o poder de compra do mínimo deve ser 1,7% menor no fim de 2022 em relação ao que era em 2019.

Segundo Romanelli, “há um conjunto de desmandos na economia que pressionam a renda do trabalhador para baixo. O salário mínimo nacional não atende às necessidades básicas das famílias e a inflação corrói ainda mais o poder de compra. É um ciclo perverso que este governo está promovendo, do qual não consegue sair por incapacidade de gestão”.

O deputado lembra que o Paraná criou uma política para o piso regional que permitiu manter a renda mínima de diversas categorias de trabalhadores bem acima do salário mínimo regional. “Mesmo com as dificuldades impostas pela pandemia, trabalhadores e empresários encontraram uma solução para que o Paraná mantenha uma política de valorização do trabalhador”.