Secretário de petróleo deixa o cargo sob pressão de caminhoneiros

Julio Wiziack - Folhapress


O diretor de Petróleo, Gás e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia (MME), José Mauro Ferreira Coelho, pediu demissão do cargo nesta quinta-feira (21) e deverá ser substituído por Rafael Bastos, atual diretor de Exploração e Produção do ministério.

O desligamento do secretário ocorre em um momento de turbulência, com a cotação internacional do petróleo em patamares elevados pressionando os preços de combustíveis no país.

Caminhoneiros ameaçam com paralisações devido ao preço do diesel e o presidente Jair Bolsonaro, que tem nessa categoria uma importante base de apoio, prometeu uma ajuda.

O secretário, no entanto, informou que deixa o posto porque vai atuar na iniciativa privada depois de cumprida sua quarentena. O nome da empresa onde trabalhará não foi divulgado.

José Mauro, como ele é conhecido no mercado, foi servidor público por 14 anos. Ocupava a secretaria do MME há um ano e meio. Antes disso, passou quatro anos como diretor da mesma área na EPE (Empresa de Pesquisa Energética).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="798265" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]