Política
Compartilhar

Secretário Nacional de Vigilância do MS pede demissão; Wanderson era o braço direito de Mandetta

O  Secretário Nacional de Vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, anunciou que vai deixar cargo..

Redação - 24 de maio de 2020, 10:45

Wanderson Oliveira à direita do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. (José Dias/PR)
Wanderson Oliveira à direita do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. (José Dias/PR)

O  Secretário Nacional de Vigilância do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, anunciou que vai deixar cargo no governo federal,  nesta segunda-feira (25).

Wanderson informou à sua equipe de trabalho que sua saída foi negociada com o Ministro interino,  general Eduardo Pazuello, no dia 20 de maio, segundo informações publicadas na manhã deste domingo (24) pelo portal UOL.

Secretário é defensor do isolamento social e era o braço direito do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta.

Ainda segundo o UOL, , Wanderson Kleber de Oliveira é servidor do Hospital das Forças Armadas, em Brasília, ele deverá se apresentar à instituição assim que deixar o governo.