Sem doses, Ratinho Junior quer que municípios vacinem até meia-noite

Redação

ratinho junior, doses, vacina, campanha de vacinação, municípios, corujão da imunização, covid, covid-19, coronavírus

Apesar da escassez de vacinas, o governador Ratinho Junior (PSD) quer que municípios do Paraná ampliem a campanha de vacinação contra a covid-19 até meia-noite. A estratégia “Corujão da Vacinação” foi apresentada nesta terça-feira (6) pelo governador, em pronunciamento no Palácio Iguaçu.

“A ideia é ir até meia-noite em alguns municípios que precisam desse apoio. Estamos criando condições para auxiliar a acelerar a aplicação. Tem município veloz, mas alguns não conseguem ter essa dinâmica. São 399 realidades diferentes. Por isso precisamos dessa união”, afirmou Ratinho Junior.

Recentemente, o governador foi cobrado por secretários municipais da Saúde porque a aparente lentidão da vacinação se deve, na realidade, à falta de imunizantes. Os municípios alegam que o gargalo está na ausência de vacinas, e não na capacidade de aplicá-las rapidamente nos grupos prioritários.

“Detectamos que alguns municípios tinham receio de acabar com a aplicação das doses, mas a ideia é que acabe mesmo. Quanto antes imunizarmos as pessoas menores são as chances delas desenvolverem alguma forma grave. Se acabar antes, ótimo. Se os municípios puderem fazer a campanha todos os dias, também é importante”, acrescentou.

O Paraná está entre os 10 estados que vacinam mais rápido no Brasil. Isso se deve não só à velocidade de registro e distribuição das vacinas recebidas do Ministério da Saúde, mas também à capacidade dos gestores municipais em convocar e aplicar o imunizante na população prioritária definida pelo Plano Estadual de Vacinação contra a Covid-19.

Até a tarde desta terça-feira (6), os municípios haviam aplicado 1.481.568 doses das 1.705.960 vacinas distribuídas pela Secretaria de Estado da Saúde. Até o momento, 1,2 milhão de paranaenses foram imunizados com ao menos uma dose da vacina.

Previous ArticleNext Article