“Sinto que apenas cumpri a lei”, diz Moro sobre denúncia contra Bolsonaro

Redação

sergio moro, jair bolsonaro, carlos vereza, bilhete, apoio, dever, cidadão, denúncia, interferência, pf, polícia federal

Em resposta a um bilhete escrito pelo ator Carlos Vereza, o ex-ministro da Justiça Sergio Moro voltou a comentar a denúncia feita por ele sobre supostas interferências do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na autonomia da PF (Polícia Federal).

O ator retirou o apoio público a Bolsonaro no início de abril. Na época, o embate público do presidente era com outro ex-membro do governo, o então ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM).

No rompimento entre Moro e Bolsonaro, Carlos Vereza passou a defender o ex-juiz. O ator classificou a suposta interferência do presidente na PF como um ato “tipicamente ditatorial”.

Pelo Twitter, Sergio Moro agradeceu o apoio público. “O senhor está certo: sinto que apenas cumpri a lei e meu dever como cidadão“, afirmou.

O ator Carlos Vereza é um entusiasta da atuação de Moro desde quando o ex-ministro da Justiça coordenava as ações penais da Operação Lava Jato na JFPR (Justiça Federal do Paraná).

Previous ArticleNext Article