Serraglio recusa ministério e Rocha Loures perde foro

Narley Resende


Com UOL São Paulo

O ex-ministro da Justiça Osmar Serraglio (PMDB-PR) decidiu não aceitar o convite do presidente Michel Temer (PMDB) para assumir o ministério da Transparência.

Com isso, Serraglio voltará para a Câmara Federal e o deputado Rodrigo Rocha Loures, flagrado com uma mala de dinheiro pela Polícia Federal, perderá o foro privilegiado.

No domingo (28), o Palácio do Planalto informou que faria uma troca de postos entre Serraglio e o então ministro da Transparência, Torquato Jardim.

No entanto, desde então, Serraglio se manteve em silêncio e não confirmou que aceitaria a troca. Jardim assumiu a pasta da Justiça. Segundo apurou a reportagem do UOL, Serraglio se reuniu nesta segunda (29) com o líder do PMDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (PMDB-SP).

O objetivo de Rossi era convencer Serraglio a aceitar o ministério. Entretanto, Serraglio teria ficado extremamente chateado com a forma como as negociações foram feitas entre a bancada do partido e o Planalto e, assim, recusado o “convite”.

A confiança do Planalto de que Serraglio aceitaria a pasta era tanta que a Presidência chegou a confirmar Serraglio no novo cargo.

Nesta segunda, Baleia Rossi também teria dito ao ministro da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, responsável pela articulação política, de que estaria “tudo resolvido”.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="434319" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]