Suplicy é barrado ao tentar visitar Lula na PF em Curitiba

Jordana Martinez


O ex-senador Eduardo Suplicy, hoje vereador em São Paulo, foi barrado ao tentar visitar o ex-presidente Lula na superintendência da Polícia Federal, nesta quinta (26), em Curitiba.

Na saída, questionou o fato de políticos e amigos de Lula estarem sendo impedidos de fazer as visitas e apresentou uma cartilha da ONU que estipula o direito de os presos políticos às visitas, as chamadas “Regras de Mandela”.

” Os prisioneiros devem ter permissão, sob a supervisão necessária, de se comunicarem periodicamente com seus familiares e amigos, por correspondência, e utilizando meios digitais, eletrônicos e por meio de visitas. Se o Brasil, que ajudou a formalizar essas regras de Mandela… como é que a Polícia Federal vai estar desobedecendo as recomendações das “Regras de Mandela”, disse.

Sem poder fazer a visita, Suplicy escreveu uma carta para Lula e outra para a juíza Carolina Lebbos, da 12.ª Vara Federal de Curitiba, questionando a decisão de vetar visitas.

Previous ArticleNext Article
Profissional multimídia com passagens pela Tv Band Curitiba, RPC, Rede Massa, RicTv, rádio CBNCuritiba e BandNewsCuritiba. Hoje é editora-chefe do Paraná Portal.
[post_explorer post_id="519784" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]