Política
Compartilhar

Tácio Muzzi é novo superintendente da PF no Rio de Janeiro

Na manhã desta quarta-feira (6), o novo diretor-geral da PF (Polícia Federal), Rolando Alexandre de Souza, escolheu Táci..

Redação - 06 de maio de 2020, 09:50

Tânia Rêgo/Agência Brasil
Tânia Rêgo/Agência Brasil

Na manhã desta quarta-feira (6), o novo diretor-geral da PF (Polícia Federal), Rolando Alexandre de Souza, escolheu Tácio Muzzi como superintendente no Rio de Janeiro.

A nomeação acontece depois das declarações polêmicas do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública. Em depoimento, Sergio Moro disse que Bolsonaro pediu a troca de comando da PF no RJ.

Tácio Muzzi é delegado da PF desde 2003 e comandou operações especiais de repressão a corrupção, além de crimes financeiros, lavagem de dinheiro e crime organizado.

Em 2017, ele foi nomeado diretor-adjunto do Departamento Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional. Em 2018, foi diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional.

"EU SÓ QUERO DO RIO DE JANEIRO", DIZ BOLSONARO A MORO SOBRE COMANDO DA PF

O presidente Jair Bolsonaro teria afirmado ao ex-ministro Sergio Moro que queria ter o controle da Polícia Federal no Rio de Janeiro. A frase fez parte do depoimento de Moro à PF em Curitiba, no último sábado, e divulgado pela CNN Brasil e obtido pelo Paraná Portal.

“Você tem 27 superintendências e eu quero apenas uma, a do Rio de Janeiro”, teria dito Bolsonaro ao ex-ministro da Justiça e Segurança Pública.

O depoimento mostra ainda que o ex-ministro ressaltou que não acusou Bolsonaro de cometer crime algum. Contudo, que caso alguma ação do presidente seja ilegal, caberia às autoridades julgar – e não ele.