Tecpar busca parceiros para produzir e vender medicamentos à base de Cannabis

Redação

tecpar, instituto de tecnologia do paraná, cannabis sativa, cannabis ssp., cannabis, fins medicinais, medicamentos, remédios, edital, chamamento público, tecnologia

O Tecpar (Instituto de Tecnologia do Paraná) busca parceiros para produzir e vender medicamentos à base de Cannabis (planta que dá origem à maconha). Conforme o órgão, o objetivo é oferecer alternativas ao mercado nacional para aqueles que buscam o produto para fins medicinais.

Um chamamento público foi aberto nesta semana para viabilizar a transferência de tecnologia. As regras completas do edital estão disponíveis neste link. Os produtos à base de Cannabis, para fins medicinais, devem ser registrados em nome do Tecpar.

Conforme o Instituto de Tecnologia do Paraná, o atual ordenamento jurídico impõe restrições para obter importar produtos deste tipo. Assim, cresce o apelo para a produção nacional dos medicamentos, que podem ser usados, por exemplo, para tratar eplepsia e dores crônicas.

“O Tecpar, como instituto de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias, procura soluções para atender a demanda da sociedade, com produtos de menor custo e de qualidade”, avaliou o diretor-presidente do instituto, Jorge Callado.

Em abril, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou comercialização de primeiro produto à base de Cannabis. No caso, o medicamento tem apenas 0,2% de THC, que é o princípio ativo da maconha. Para fins recreativos, por exemplo, a planta é cultivada para atingir índices de THC que variam de 10% a 30%.

O edital aberto pelo Tecpar trabalha em três frentes: transferência de tecnologia para fabricação de medicamentos à base da Cannabis; tecnologia para registro dos produtos desenvolvidos; e projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação.

Os interessados podem se inscrever até o dia 16 de setembro.

Previous ArticleNext Article