Política
Compartilhar

Temer anula duas nomeações da Itaipu que feriam Lei das Estatais

Tabata Viapiana, CBN Curitiba O presidente Michel Temer (PMDB) cancelou duas nomeações para a diretoria da Itaipu..

Narley Resende - 24 de março de 2017, 11:39

Tabata Viapiana, CBN Curitiba

O presidente Michel Temer (PMDB) cancelou duas nomeações para a diretoria da Itaipu. As anulações foram publicadas nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. Rubens de Camargo Penteado tinha sido indicado para a diretoria técnica executiva da Itaipu e Ramiro Wahrhaftig havia sido escolhido para a diretoria de coordenação.

As nomeações, no entanto, descumpriam a Lei das Estatais, que proíbe a indicação para a diretoria de empresas públicas de pessoas que atuaram, nos últimos 36 meses, como participante de estrutura decisória de um partido político ou em trabalhos vinculados a organização, estruturação e realização de campanha eleitoral.

A lei foi sancionada por Temer no ano passado, e na prática, não permite a nomeação de diretores de estatais que tenham desempenhado funções políticas nos últimos 36 meses. Rubens Penteado foi membro do diretório estadual do PPS até junho do ano passado. Já Ramiro integrou o diretório do PSD no Paraná até maio de 2016. Portanto, as nomeações contrariavam a Lei das Estatais.

Diante desse cenário, o presidente decidiu anular as indicações feitas no início do mês. Ainda não há informações sobre os substitutos. A posse da nova diretoria da Itaipu será na próxima segunda-feira, no Museu Oscar Niemeyer, com a presença do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho. Nesta quinta-feira, o engenheiro Luiz Fernando Vianna já assinou o termo de posse no cargo de diretor-geral brasileiro de Itaipu. Ele foi indicado pelo governador Beto Richa (PSDB).