Temer cumpre agenda presidencial no interior do Paraná

Redação


O presidente interino Michel Temer participa da inauguração da fábrica de celulose e papel da Klabin, em Ortigueira, nos Campos Gerais do Paraná, nesta terça-feira (28). Ele também participaria da inauguração da Casa da Mulher Brasileira em Curitiba, mas a visita à capital paranaense foi cancelada na última sexta-feira (24). O motivo do cancelamento não foi informado.

> Mesmo com ausência de Temer, grupo protesta em inauguração cancelada da Casa da Mulher

Essa é a primeira visita de Temer como presidente da república no estado. Além dele, o governador Beto Richa também vai estar presente na inauguração da fábrica que carrega o maior investimento privado da história do Paraná, com cerca de R$ 8,5 bilhões de reais de capital, com capacidade de produção é de 1,5 milhão de toneladas de celulose, gerando cerca de 1,4 mil empregos diretos e indiretos na região.

A previsão é que a fábrica gere cerca de R$ 300 milhões em impostos federais, estaduais e municipais. Metade do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) gerado vai ficar com a prefeitura de Ortigueira e a outra metade vai ser dividida entre 12 municípios dos Campos Gerais e Norte Pioneiro. A área florestal que fornece madeira para a nova fábrica está a 72 km de distância, o que reduz o custo do transporte de madeira. Além da fábrica, uma parceria entre o governo estadual e a empresa resultou em obras e melhorias rodoviárias na região. O empreendimento teve incentivo fiscal do programa Paraná Competitivo.

Casa da Mulher Brasileira

A inauguração estava mantida com a presença do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e da secretária Especial de Política para as Mulheres, Fátima Pelaes. Mas, nesta segunda-feira (27), a prefeitura cancelou o evento porque a secretária Especial de Política para as Mulheres não poderia mais comparecer por causa de uma pauta urgente no Congresso Nacional.

Mesmo com o recuo de Temer, um grupo se mobilizou em protesto em frente ao local. Cerca de 50 pessoas se reuniram em manifestação contra o atual presidente. Na internet, antes do cancelamento da visita de Temer, o grupo “CWB Contra Temer”, no Facebook, chegou a confirmar mais de 4 mil pessoas no evento.

Previous ArticleNext Article