Temer termina procedimento para desobstruir artérias coronárias e passa bem

Fernando Garcel


A equipe médica do Hospital Sírio-Libanês que atende ao presidente da República Michel Temer divulgou boletim médico no início da madrugada deste sábado (25) informando que o procedimento de angioplastia no coração do presidente foi bem-sucedido e ele se recupera na unidade coronariana da instituição.

Temer passará por cateterismo em hospital em São Paulo

A cirurgia serviu para implantar stents em três artérias coronárias de Temer. O stent é um minúsculo tubo em forma de malha e expansível, usado para desobstrução arterial e melhorar o fluxo sanguíneo no coração. A obstrução das artérias leva menos oxigênio ao músculo cardíaco, elevando o risco de enfarto.

Temer deu entrada no hospital às 19h04 para revisão médica e, após reavaliação urológica, iniciaria um cateterismo. O procedimento consiste em uma introdução de um catéter (tubo extremamente fino) pela artéria do braço ou da perna que vai até o coração e serviria para investigar uma obstrução parcial em uma artéria coronariana.

Próstata

No último mês, o presidente foi internado no Sírio-Libanês com quadro de retenção urinária por hiperplasia benigna da próstata. O problema foi descoberto no dia da votação da segunda denúncia contra ele na Câmara dos Deputados, em 25 de outubro, quando Temer foi internado no Hospital do Exército após sentir-se mal.

Previous ArticleNext Article