Política
Compartilhar

Traiano promulga reajustes vetados por Cida

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB) promulgou, nesta segunda-feira o reajus..

Roger Pereira - 20 de agosto de 2018, 15:08

O Chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra participa da abertura dos trabalhos legislativos, na Assembléia Legislativa do Paraná,  e entrega ao presidente da casa, Ademar Traiano, a prestação de contas do governador Beto Richa, exercício de 2014.
Curitiba, 02-02-15.
Foto: Arnaldo Alves / ANPr.
O Chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra participa da abertura dos trabalhos legislativos, na Assembléia Legislativa do Paraná, e entrega ao presidente da casa, Ademar Traiano, a prestação de contas do governador Beto Richa, exercício de 2014. Curitiba, 02-02-15. Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB) promulgou, nesta segunda-feira o reajuste de 2,76% aos servidores da Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria Pública, confirmando a derrubada dos vetos da governadora Cida Borghetti à lei aprovada pela Assembleia.

A governadora decidiu vetar o a reajuste aos demais poderes do funcionalismo público após a indicação de que o Legislativo derrubaria sua proposta de 1% aos servidores do Executivo, defendendo que o mesmo índice fosse aplicado. Com a derrota iminente e alegando não tendo caixa para oferecer 2,76% de reajuste aos funcionários do Estado, Cida retirou o projeto e anunciou que vetaria o reajuste dos demais poderes por conta da isonomia.

Os vetos foram apreciados em sessão plenária na última segunda-feira (13) e derrubados por ampla maioria pelos deputados estaduais. Com a derrubada dos vetos, os cinco projetos de lei voltaram para a mesa da governadora para sanção. De acordo com a Constituição Estadual, ela teria 48 horas para promulgá-los, transformando-os em lei. Como não fez, coube ao chefe do Poder Legislativo a promulgação dos textos para que as leis entrem em vigor.