TRE considera propaganda do Solidariedade irregular

Andreza Rossini


Do Metro Curitiba

O TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná) julgou irregular uma propaganda partidária do Solidariedade, veiculada em junho.

A corte considerou que no vídeo foram proferidas ofensas pessoais contra os ex-presidentes Lula e Dilma. Além disso, a peça configura “promoção pessoal do deputado e presidente da agremiação (Fernando Francischini)”.

No programa, o deputado federal acusava os ex-presidentes de “assaltarem” o Brasil, de comandarem uma “organização criminosa vermelha” e de vender “obras públicas pra comprar deputados e senadores e financiar a CUT e o MST”. A ação eleitoral contra a divulgação foi movida pelo PT- -PR. A decisão do TRE proibiu que novas veiculações do vídeo sejam feitas. Ontem, o Solidariedade não comentou o assunto.

Previous ArticleNext Article