TRF-4 nega desbloqueio dos bens do espólio de Marisa Letícia

Angelo Sfair

trf-4 bens do espólio ex-primeira-dama marisa letícia lula lava jato triplex trf4 Ricardo StuckertInstituto Lula

O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) negou, nesta terça-feira (04), um pedido de desbloqueio dos bens do espólio da ex-primeira-dama Marisa Letícia. A medida foi determinada pela 13ª Vara Federal de Curitiba no processo relacionado ao triplex do Guarujá, que levou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão em abril de 2018.

A decisão foi tomada pela 8ª Turma do TRF4, responsável por julgar os recursos relacionados à Operação Lava Jato na segunda instância do Poder Judiciário.

O pedido de liberação do espólio de Marisa Letícia foi feito pela defesa de Lula e demais interessados. Os advogados argumentavam que já havia sido demonstrado no decorrer do processo que os bens não são provenientes das atividades da Lils (empresa que gerencia as palestras apresentadas pelo ex-presidente, alvo de investigação da Lava Jato).

Ainda de acordo com os advogados, o bloqueio dos bens do espólio de Marisa Letícia estaria prejudicando os herdeiros e sucessores.

O relator do processo no TRF-4, desembargador João Pedro Gebran Neto, argumentou que a licitude dos valores ainda precisa ser comprovada. Segundo o magistrado, só seria possível liberar o espólio da ex-primeira-dama depois de a origem ser comprovada.

O desembargador relator do processo ainda apontou que a defesa não apresentou provas de que os familiares de Marisa Letícia estariam passando por dificuldades financeiras, e por isso não levou essa informação em consideração.

Previous ArticleNext Article