TRF4 nega pedido de réu na Lava Jato para sair do Brasil

Francielly Azevedo

A 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) negou por unanimidade, nesta quinta-feira (9), um habeas corpus ao gerente do banco suíço BSI, David Muino Suarez. O banqueiro é acusado de lavagem de dinheiro em crimes de corrupção associados à Operação Lava Jato. Ele teve a prisão preventiva decretada pela 13ª Vara Federal de Curitiba. A reclusão foi, posteriormente, convertida em medida cautelar.

De acordo com a medida, o réu, que tem cidadania espanhola e suíça, está impedido de deixar o Brasil durante o curso do processo penal. A defesa de Suarez pediu no HC o levantamento da cautelar, argumentado que a proibição de retornar à Suíça prejudica o trabalho do banqueiro e a vida pessoal de sua família.

No entanto, o pedido foi negado pelo tribunal. A relatora do processo, juíza federal convocada para atuar na corte Bianca Geórgia Cruz Arenhart, entendeu que “a medida cautelar é perfeitamente adequada à investigação, sobretudo pela natureza transnacional dos crimes imputados”.

OUTROS RECURSOS


Na mesma sessão de julgamento, a 8ª Turma do TRF4 analisou mais dois recursos relacionados ao banqueiro: um HC pedindo o trancamento da sua ação penal e um agravo regimental contra a rejeição de uma correição parcial na mesma ação.

O segundo HC impetrado pela defesa do réu também foi negado pelo voto da relatora, mas o desembargador federal Leandro Paulsen, presidente da Turma, pediu vista do processo, que deve voltar a julgamento em nova sessão, no dia 22 deste mês.

Já o agravo buscava reverter uma decisão do desembargador federal João Pedro Gebran Neto. O relator da Lava Jato havia negado liminarmente um pedido de correição parcial na ação penal de Suarez para que a Petrobras não fosse admitida no processo como assistente de acusação. O recurso, contudo, teve seu provimento negado, por unanimidade, pela Turma.

**Com informações do TRF4**

Post anteriorPróximo post
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Repórter do Paraná Portal e Rádio CBN. Tem passagens pela TV éParaná, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina.
Comentários de Facebook