Tucanos abrem temporada de convenções em Curitiba

Roger Pereira


A partir desta quarta-feira (20 de julho) está oficialmente aberto o prazo para a realização das convenções partidárias, que definem os candidatos e as coligações para as eleições municipais de 2 de outubro. Até o dia 5 de agosto os partidos precisam realizar suas convenções e oficializar seus nomes para o pleito municipal. Em Curitiba o primeiro partido a realizar seu encontro é um dos que a decisão é mais aguardada para definir o cenário da eleição municipal: o PSDB, do governador Beto Richa, faz já no primeiro dia do prazo, nesta quarta, às 19h, na sede de seu diretório, sua convenção municipal.

Sem um nome forte para a disputa majoritária, o PSDB, com uma considerável bancada na Câmara Municipal, um ótimo tempo de rádio e TV e a figura do governador Beto Richa, é cobiçado pela maioria dos pré-candidatos, como o prefeito Gustavo Fruet (PDT), o ex-prefeito Rafael Greca (PMN) e os deputados Ney Leprevost (PSD) e Maria Victória (PP). Mas ninguém espera uma definição do partido logo no primeiro dia do prazo.

“Realizaremos a convenção nesta quarta-feira para homologar nossa chapa completa de candidatos a vereador e delegar às executivas municipal e estadual a decisão sobre a eleição majoritária”, disse presidente municipal da legenda, Juraci Barbosa Sobrinho, que admitiu que o partido segue negociando com todos os pré-candidatos que o procuraram. “O PSDB é forte, organizado, tem um bom tempo de TV e sabe como administrar Curitiba”, disse, deixando claro que o partido fará algumas exigências em troca de seu apoio, como a indicação do candidato a vice, por exemplo. Barbosa descartou a possibilidade de o partido lançar candidatura própria, apesar de Paulo Martins ter pontuado na recente pesquisa Ibope e de outros nomes, como o de Eduardo Pimentel, terem sido ventilados internamente. “São jovens promissores, que precisam ser trabalhados para o futuro, não devemos queimá-los e a eleição deste ano será muito difícil, com menos tempo e mais modesta, o que beneficia os políticos que já têm um recall”, justificou.

Os primeiros candidatos oficiais à prefeitura da capital paranaense deverão ser anunciados no sábado, quando o PSOL, de Xênia Mello e o Pros, de Ademar Pereira realizam seus encontros. Também no sábado, o PSB, do ex-prefeito Luciano Ducci, realiza sua convenção, devendo ratificar o apoio anunciado a Greca.

Muitos partidos agendaram seus encontros municipais para o final de semana seguinte. O PMN deve oficializar o nome de Rafael Greca no dia 30. Na mesma data, o PTB oficializará apoio a Fruet e o PSC, deve aderir à candidatura de Leprevost. Também no dia 30, o PT realiza seu encontro municipal, mas deixará a convenção em aberto até o último dia do prazo, dia 5 de agosto, para só aí homologar a candidatura de Tadeu Veneri.

Na reta final do prazo, o PP oficializará a candidatura de Maria Victória e o PRTB de Luciano Pizzato, no dia 4. Na mesma data, Fruet torna-se candidato à reeleição. O PPS, como já virou tradição, realiza sua convenção no último dia (05/08). O partido cogita apoiar o atual prefeito. Dois pré-candidatos que aparecem bem nas pesquisas de intenção de voto, Requião Filho (PMDB) e Ney Leprevost (PSD) ainda não definiram a data de seus encontros municipais, aguardando as últimas negociações de alianças antes de marcar a convenção.

Confira o calendário das convenções municipais de Curitiba

20/07 – PSDB

23/07 – PROS, PSOL e PSB

30/07 – PMN, PTB e PSC

04/08 – PDT, PRTB e PP

05/08 – PT e PPS

Ainda sem data definida – PMDB, PSD, DEM e SD

Previous ArticleNext Article
Repórter do Paraná Portal
[post_explorer post_id="373769" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]