Preso na operação Pula-Pula, vereador tem mandato suspenso

Vinicius Cordeiro


O mandato de Nilson Hachmann (PSC), vereador de Marechal Cândido Rondon, município na região oeste do Paraná, foi suspenso nesta segunda-feira (27). Conhecido como “Paleta”, Valdecir Shons será seu suplente e deve ser convocado nesta terça-feira (28) para assumir a função. Caso aceite, será empossado na semana que vem. A suspensão do mandato é uma das medidas cautelares impostas pela Justiça.

Ao lado do filho, Hachmann foi preso ao lado de outras quatro pessoas (incluindo seu filho) na Operação Pula-Pula, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) no dia 15 deste mês. Acusado de organização criminosa contra a administração pública, ele pagou a fiança de R$ 30 mil e acabou saindo da prisão na última quinta-feira (23).

Hachmann era dono de empresas, registradas em nome de terceiros, que participavam de licitações do município, burlando assim a proibição de contratação com o setor público. As empresas atuam em áreas diversas, como obras públicas (pavimentação rural), prestação de serviços e transporte escolar.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="625230" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]