Política
Compartilhar

Vereadores de Cascavel e Guarapuava aprovam reajustes nos próprios salários

Veja quem votou a favor ou contra o reajuste e qual é o salário dos vereadores de Cascavel e Guarapuava a partir de agora!

Vinicius Cordeiro - 25 de maio de 2022, 19:09

(Divulgação)
(Divulgação)

Os vereadores de Cascavel, no oeste do Paraná, e Guarapuava, na região central do estado, aprovaram reajustes nos próprios salários.

Em Cascavel, o reajuste de 12,47% foi aprovado por 13 votos favoráveis. Seis vereadores votaram contra.

Os parlamentares alegaram a preservação do poder de compra e recomposição das perdas por causa da inflação durante o período entre maio de 2021 e abril de 2022.

Com isso, os salários dos vereadores de Cascavel vão de R$ 13.421,62 para R$ 15 mil, totalizando um aumento de R$ 1,6 mil.

QUEM VOTOU EM CASCAVEL

  • A favor do reajuste: Cabral, Celso Dal Molin, Cidão da Telepar, Cleverson Sibulski, Edson Souza, Josias de Souza, Melo, Policial Madril, Professora Liliam, Sadi Kisiel, Soldado Jeferson, Valdecir Alcântara
  • Contra: Carlos Xavier, Mazutti, Pedro Sampaio, Professor Santello, Romulo Quintino, Serginho Ribeiro, Tiago Almeida.

VEREADORES DE GUARAPUAVA TAMBÉM APROVARAM REAJUSTE

Já em Guarapuava, na região central do Paraná, os vereadores aprovaram um reajuste de 14,49%. A porcentagem vale o índice da inflação de 2,36% referentes de janeiro a abril de 2021 e mais 12,13% de maio de 2021 até abril de 2022.

Os salários dos parlamentares vai de $ 9.252,72 para R$ 10.593,43, totalizando um aumento de R$ 1.340,71.

No caso do presidente da Câmara de Guarapuava, o salário é maior, de R$ 18.505,43. Com o reajuste, o valor subiu para R$ 21.186,86, totalizando um aumento de R$ 2.681,43.

QUEM VOTOU

  • A favor do reajusteAlessandro Oreiko (DEM), Celso Lara da Costa (Cidadania), Cristóvão da Cruz (DC), Elcio Melhem (Podemos), Dognei (PDT), João Carlos Gonçalves (Podemos), Joel Barbosa (Solidariedade), Marcelinho (União Brasil), Márcio Carneiro (Cidadania), Nego Silvio (Podemos), Paulo Lima (Podemos), Pedro Moraes (Republicanos), Professor Saulo (Republicanos), Valdemar dos Santos (Cidadania) e Wilson Anciuti (PSL)
  • ContraBruna Spitzner (Podemos), Cris Wainer (PT), Professora Terezinha (PT), Professora Bia (MDB) e Rodrigo Crema (PSL).

>>>> VEJA TAMBÉM: Vereador de Curitiba, Eder Borges pode ter mandato cassado