Acusado de agredir esposa, Jean, do São Paulo, é preso nos EUA

Folhapress

goleiro jean é preso nos eua após denuncia de agressão contra mulher

O goleiro Jean, do São Paulo, está preso nos Estados Unidos após ter sido acusado pela esposa, Milena Bemfica, de tê-la agredido.

O goleiro de 24 anos consta como “pré-sentenciado” no sistema da polícia do condado de Orange, na Flórida, por violência doméstica. A informação sobre a prisão foi publicada inicialmente pelo site Globoesporte.com e confirmada pela reportagem.

Na madrugada desta quarta (18), Milena publicou três vídeos em seu Instagram em que afirmou estar trancada num banheiro em Orlando e que ele havia acabado de machucá-la. No vídeo, a mulher aparece com o rosto ferido, e é possível ouvir uma voz ao fundo, que ela diz ser do atleta, do outro lado da porta.

Na sequência dos vídeos, Milena publicou uma cópia de mensagens que teria recebido do jogador, também pela rede social, na qual Jean diz que a mulher acabou com sua carreira e por isso “suas filhas vão passar fome”. “Pressão psicológica pós-agressão”, declarou Milena.

Procurada, a assessoria de imprensa do jogador diz que aguarda mais informações sobre o caso e ainda não sabe se ele irá se pronunciar. O São Paulo emitiu um comunicado dizendo que acompanha o caso e “aguarda apuração dos fatos para definir as medidas cabíveis”.

goleiro jean é preso nos eua nota spfc
Reprodução/Instagram

Mais tarde, Milena apagou os vídeos e as mensagens iniciais e fez novas postagens. Nelas, diz que é de madrugada em Orlando, que já está em outro lugar e a salvo. “Já passou. Estou com as meninas [as filhas]. Depois eu vou me pronunciar”, afirmou ela, que também declarou estar sem telefone celular para se comunicar.

O casal tem duas filhas e passava férias em Orlando, nos Estados Unidos.

No São Paulo desde 2018, Jean já teve problemas internos no clube. Desentendeu-se com o goleiro Sidão, então titular, pelas redes sociais, em março do ano passado.

O fato ocorreu pouco depois de Jean falhar durante a partida contra o São Caetano, pelo Campeonato Paulista. No dia seguinte, Sidão postou um vídeo no seu Instagram com defesas suas pela equipe (então, ele estava lesionado e afirmou que era uma comemoração por sua recuperação). No treino, o reserva foi tirar satisfação pessoalmente com o companheiro, e o caso gerou grande mal-estar no elenco.

Um ano depois, Jean foi afastado dos treinos e multado após deixar uma reunião comandada pelo então técnico interino Vagner Mancini. Ele disse ter sido perseguido pelo treinador e cobrado por tomar banho após partida contra o Palmeiras, derrota por 2 a 0.

Previous ArticleNext Article