Sem categoria
Compartilhar

Ambulantes do litoral se recadastram para atender turistas no verão

O recadastramento de ambulantes para a temporada 2018/2019 está em andamento nas prefeituras do litoral do Paraná. São m..

Fábio Kiil - BandNews FM Curitiba - 18 de setembro de 2018, 21:30

Foto: João Marcos Malucelli
Foto: João Marcos Malucelli

O recadastramento de ambulantes para a temporada 2018/2019 está em andamento nas prefeituras do litoral do Paraná. São mais de 1500  ambulantes em Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná, atendendo os veranistas na areia das praias ou nas avenidas vendendo artesanatos. Para obter a autorização de ambulante, é necessário ser morador na cidade e se inscrever junto à Prefeitura.

Em Pontal do Paraná, o recadastramento vai até o dia 21 de setembro. A prefeitura destaca que houve um aumento em 2017, mas para o  verão deste ano haverá mudanças. É o que explica o  diretor de tributação da Prefeitura de Pontal do Paraná, Dirceu Mendes Sobrinho. "No ano passado a gente teve um aumento muito grande de ambulantes, em função de uma transição de gestão. Então houve um problema entre a associação de ambulantes, porque nós tínhamos uma parceria. Então como não deu certo a parceria, a prefeitura decidiu assumir e diminuir a quantidade de ambulantes que ficavam se batendo na praia pela quantidade", disse.

Ele também orienta sobre o cadastro e a fiscalização. "Cada setor é identificado com uma cor, são quatro setores. Essa é uma forma de organizar para que cada ambulante não entre no setor do outro. Então a gente pede que o ambulante venha até a prefeitura e se informe sobre a licença", orientou.

Em Guaratuba os prazos encerraram nesta terça-feira (18). A coordenadora de fiscalização da prefeitura de Guaratuba, Cláudia Cunha, fala sobre a diversidade de produtos dos ambulantes. "Venda de bebidas, venda de salgados, caldo de cana, sorvete. Então essas pessoas precisam preencher um protocolo sobre as atividades que pretendem trabalhar", explicou.

Cláudia destaca que a licença tem validade para um ano. "Quando o pessoal se cadastra, eles ficam aptos por um período de um ano. Nós entregamos a temporada 2019 a partir do dia primeiro de dezembro", afirmou.

Ênio José, de 65 anos, morador de Praia de Leste, atua como ambulante há 21 anos e diz que o seus ganhos foram melhores no passado. "A gente ganhava muito mais, agora não consegue passar o ano com o dinheiro da temporada não. Até por causa da crise", contou.

Com a venda de bebidas na praia ao longo de 21 anos, ele conta que fez amigos e criou seus filhos. "A gente conhece bastante turista, faz amigos. Tive como conquista conseguir criar meus filhos com o dinheiro da praia", lembrou.

Em Matinhos as inscrições já se encerraram e  680 ambulantes foram cadastrados, além dos 49 quiosques que estão instalados na orla de Matinhos. Em Guaratuba, aproximadamente  500 ambulantes devem se cadastrar para a próxima temporada.  Pontal do Paraná estima registrar cerca de 550 ambulantes nas mais diversas atividades.