Ator da Armênia apresenta drama sobre relações de poder, sexo, amor e morte

Guilherme Grandi


Quem nunca se sentiu deslocado do mundo em algumas situações do nosso cotidiano? É neste sentido que vai a peça “Fora desse Mundo”, que estreia no Festival de Teatro de Curitiba nesta sexta-feira (7), dentro da programação do Fringe. A montagem é estrelada pelo ator Arthur Haroyan, um armênio radicado no Brasil há oito anos, que conta a história de seis personagens que viviam reclusos em um lugar desconhecido e inóspito.

Eles são observados por um médico excêntrico e de caráter duvidoso que propõe uma reflexão sobre o cotidiano. “A ideia da peça surgiu durante a minha viagem pra as montanhas de Cáucaso, buscando histórias novas, relatos, crônicas para meu texto novo”, explica Arthur. Ele completa, ainda, dizendo que “essa busca me levou para uma pequena aldeia onde os seus moradores viviam como se fosse fora desse mundo, uma comunidade com as suas próprias regras da vida, repletas de relações, de poder, amor, ódio, sexo e morte, sem tempo e sem relógio, onde cada pequena ausência é uma eternidade”.

Já o diretor Kleber Góes conta que o espetáculo é uma mistura de “mímica, dança, manipulação de objetos cotidianos, ação verbal e depoimentos íntimos dos atores, que criam uma atmosfera mais poética e sensorial”.

Serviço:
“Fora desse Mundo”
Estreia sexta (7), às 20h, no Teuni
Prédio Histórico da UFPR, 2° andar, Praça Santos Andrade
Apresentação também no sábado (8), às 11h, e domingo (9), às 17h.
Ingressos a R$ 30.
41 3360-5066

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="5194" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]