Sem categoria
Compartilhar

Baleado, motorista do Uber morre em hospital de Curitiba

O motorista do aplicativo de caronas pagas Uber baleado na cabeça durante um assalto no bairro Bacacheri, em Curitiba, n..

Fernando Garcel - 16 de outubro de 2016, 14:48

O motorista do aplicativo de caronas pagas Uber baleado na cabeça durante um assalto no bairro Bacacheri, em Curitiba, na última quinta-feira (13), morreu na manhã deste domingo (16) no Hospital Cajuru.

De acordo com investigações da Polícia Militar (PM), Hudson Lopes dos Santos, de 22 anos, recebeu uma chamada na Rua Silvio Coles e enquanto aguardava o passageiro foi abordado por dois suspeitos. Ele teria reagido ao assalto e acabou sendo baleado na cabeça. Os assaltantes fugiram com o carro da vítima, um Honda Civic prata.

O carro foi encontrado pela PM em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa investiga o crime e até o momento ninguém foi preso. O delegado responsável pelo caso prefere não dar entrevistas por enquanto, mas adiantou que o crime não tem relação com o trabalho do rapaz. A principal linha de investigação da polícia é de que realmente se tratava de um assalto.

O jovem foi encaminhado em estado grave pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Cajuru, onde ficou internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até a manhã deste domingo.