Sem categoria
Compartilhar

Banda Mais Bonita da Cidade se apresenta no Teatro Bom Jesus

A Banda Mais Bonita da Cidade tem vários planos e lançamentos para 2017. Mas como 2016 ainda não acabou, os músicos curi..

Caderno Gente - 16 de dezembro de 2016, 12:57

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Banda Mais Bonita da Cidade tem vários planos e lançamentos para 2017. Mas como 2016 ainda não acabou, os músicos curitibanos aproveitam para subir ao palco do Teatro Bom Jesus, às 21h, e se despedir dos projetos mais antigos e dar uma palhinha do que preparam para o ano que vem. Os ingressos custam entre R$ 20 e R$ 50 e a meia-entrada também funciona com a doação de 1kg de alimento não perecível.

De acordo com a vocalista da banda, Uyara Torrente, o show de hoje vai contar com o repertório completo de ‘O Mais Feliz da Vida’, de 2013, que é o último disco lançado pelo grupo. “Vamos tocar ele inteiro porque fomos percebendo que as pessoas gostam de partes dele que nós normalmente não apresentamos nos shows”, disse.

A performance também conta com os sucessos dos disco de estreia da Banda Mais Bonita da Cidade, de 2011, sem faltar a primeira exibição ao vivo de algumas das novas músicas que estarão no terceiro álbum, que deve ser lançado no primeiro semestre do ano que vem. Entre elas está ‘Tempo’, música que fecha o novo disco e será o primeiro single lançado deste trabalho. “O primeiro clipe que vamos lançar será desta música. E também vamos lançar vídeos acústicos das canções do álbum”, adiantou a vocalista, que também é responsável pela pesquisa de repertório da banda.

"Nós somos uma banda intérprete. Para o novo disco estamos com compositores com os quais nunca tínhamos trabalhado antes”, contou Uyara.

A sonoridade da banda também está marcada pelas mudanças da nova fase. Para a vocalista, isto é um reflexo do amadurecimento do grupo. “Quanto mais a gente toca, mais descobre o que quer fazer. E também tem a questão deste disco ser o primeiro trabalho com a nova formação. Isto já muda muito a sonoridade. Teremos três guitarras e também a participação de Felipe Ventura, da banda Baleia, que toca violino numa música”, antecipou Uyara, acrescentando que a própria gravação do disco já surgiu de um processo diferente. “Nós fomos para uma fazenda, ficamos confinados durante 15 dias. Foi uma outra relação com a criação. Uma das experiências mais maravilhosas que já vivi”, finalizou a cantora.

Confira a playlist: