Sem categoria
Compartilhar

Bélgica vence a Inglaterra e passa em primeiro do grupo com melhor campanha da Copa

Mesmo poupando diversos titulares, inclusive o artilheiro Romelu Lukaku, a Bélgica confirmou que está na Rússia como uma..

Roger Pereira - 28 de junho de 2018, 17:10

Mesmo poupando diversos titulares, inclusive o artilheiro Romelu Lukaku, a Bélgica confirmou que está na Rússia como uma das favoritas: venceu a Inglaterra por 1 a 0, garantiu o primeiro lugar do grupo e fechou a primeira fase da Copa do Mundo com a melhor campanha entre todos os participantes do mundial. Com a vitória, os belgas chegaram a 9 pontos, com 100% de aproveitamento, e sete gols de saldo, superando as campanha de Croácia e Uruguai, a outras seleções que venceram as três partidas da primeira fase. Em primeiro do grupo, a Bélgica enfrentará o Japão nas oitavas de final, enquanto a Inglaterra terá a Colômbia como adversária. O resultado também coloca a Bélgica no caminho do Brasil, caso as duas seleções avancem às quartas de final.

Já classificadas e rigorosamente empatadas, Inglaterra e Bélgica decidiram poupar grande parte de seus titulares no confronto desta quinta-feira. O primeiro lugar do grupo encaminharia para um adversário teoricamente mais fraco nas oitavas de final, mas colocaria a seleção na chave mais complicada para o restante do mundial. Assim, as seleções sequer tinham uma motivação para "escolher adversário".

Assim, o primeiro tempo foi bastante morno, com as duas equipes tocando a bola no meio de campo e criando poucas jogadas. A Inglaterra até chegou a levar mais perigo, mas quando chegou com chances, parou na boa atuação do goleiro Courtois.

Na segunda etapa o jogo parecia que ia se desenvolver da mesma forma, mas, logo aos 5 minutos Januzaj marcou um golaço. Ele recebeu na entrada da área, pela direita, driblou o marcador e bateu cruzado, no ângulo, para fazer o único gol do jogo. A vitória parcial da Bélgica deixou a partida mais aberta e animada. A Inglaterra passou a chegar um pouco mais e deixar espaços para os contra-ataques. A melhor chance da Inglaterra aconteceu aos 20 minutos, quando Rashford recebeu passe açucarado de Vardy, invadiu a área, sozinho, e chutou colocado, para um leve desvio de Courtois.