Sem categoria
Compartilhar

Brasil extradita sueco condenado por pedofilia

O Brasil extraditou para a Suécia Frank Sten, condenado em 2008, pela Justiça do país europeu pelos crimes de pedofilia ..

Redação - 22 de setembro de 2016, 11:25

O Brasil extraditou para a Suécia Frank Sten, condenado em 2008, pela Justiça do país europeu pelos crimes de pedofilia e pornografia infantil. Ele estava foragido no Brasil e foi preso após apresentar documentos falsos, em 2014. O sueco estava preso no Complexo Penitenciário Nelson Hungria, em Contagem, Minas Gerais.

A extradição foi deferida em dezembro do ano passado, e o extraditado foi entregue no final de agosto às autoridades suecas. A autorização foi deferida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e só foi por ser a conduta prevista como crime e punível nos dois países.

Após a prisão em flagrante, a Interpol apresentou pedido de prisão cautelar para extradição. À época, foi instaurada notícia de fato na Procuradoria da República (PGR) no município de Ipatinga pelo procurador da República Eduardo Aguiar. Posteriormente, o caso foi encaminhado à PGR com a decretação pelo STF da prisão para extradição.

Segundo o secretário de cooperação internacional adjunto, procurador da República Carlos Bruno Silva, a extradição foi formulada pelo Governo da Suécia após promessa de reciprocidade. "A Procuradoria-Geral da República vem atuando em casos de extradição que são confirmados pelo STF, assumindo um papel de destaque, em colaboração com outros órgãos, para possibilitar acordos e elevar o reconhecimento internacional da atuação do Ministério Público Federal", afirmou.

Com informações do MPF