Câmara dos Deputados tem novo presidente e agora só falta representar, efetivamente, o povo com responsabilidade social

Redação


Brasília - O Deputado Rodrigo Maia concorre à presidência da Câmara dos Deputados (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Brasília – O Deputado Rodrigo Maia concorre à presidência da Câmara dos Deputados (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

O deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi eleito aos 15 minutos desta quinta-feira novo presidente da Câmara Federal com 285 votos. Ele venceu, em disputa no segundo turno o candidato do PSD, Rogério Rosso, ambos aliados do Palácio do Planalto. Participaram da votação 460 parlamentares. Maia derrotou o “centrão” e comandará a casa, em substituição a Eduardo Cunha, que renunciou ao cargo e Waldir Maranhão que comandava os trabalhos interinamente, até fevereiro de 2017, quando haverá nova eleição.

Representar o povo brasileiro, elaborar leis e fiscalizar os atos da Administração Pública, com o propósito de promover a democracia e o desenvolvimento nacional com justiça social”. Esta é a missão da Câmara dos Deputados tendo, como valores, a ética, a busca pela excelência, independência como Poder Legislativo e responsabilidade social. E tem, ainda, como visão, consolidar-se como o centro de debates dos grandes temas nacionais, moderno, transparente e com ampla participação dos cidadãos. Tudo isto aqui está na Constituição Brasileira.

Mas, parece que não é exatamente isto o que estamos observando, pois o que vemos é um parlamento desacreditado, confuso, com grande número de parlamentares envolvidos em escândalos de corrupção e muitos deles legislando em causa própria e não pelos interesses da sociedade. Eduardo Cunha e Waldir Maranhão, foram dois dos últimos desastres da Câmara dos Deputados que  hoje elegeu, por maioria de votos, o deputado Rodrigo Maia.

A Câmara dos Deputados, que passou por uma crise, com  o  afastamento de Eduardo Cunha, um dos responsáveis pela aceitação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, e com a entrada desastrosa de Waldir Maranhão, inicia, hoje, mais uma etapa. A população brasileira, que vem acompanhando o processo político com mais intensidade a partir das manifestações de rua que acabou no afastamento de Dilma Rousseff, certamente estará mais atenta às ações dos deputados a partir de agora, na expectativa de que, efetivamente, haja mudanças no legislativo e que dêem continuidade e apoio ao combate à corrupção, como é desejo da sociedade.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="487245" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]