Começa a Agrishow 2017, maior feira de agronegócio da América Latina

Plantao Agronegocio


Começou, nesta segunda-feira (01) , a maior feira de agronegócio da América Latina e terceira maior do mundo, a Agrishow. A 24ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação segue até sexta-feira (05), em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

Ao todo 800 marcas participaram da feira. A organização espera atrair 150 mil visitantes do mundo todo e gerar um movimento de R$ 1,95 bilhão em negócios. O espaço conta com 440 mil metros quadrados.

Serão feitas demonstrações de campo, palestras na Arena do Conhecimento e estandes de empresas nacionais e estrangeiras. Os produtos terão acesso as últimas tecnologias do segmento, sobretudo voltadas para otimizar o nível de produtividade da lavoura e da pecuária e reduzir impactos ambientais.

 

Protagonismo do Agronegócio

Segundo um levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra 16/17 de grãos está estimada em 222,9 milhões de toneladas, o que representa um incremento de 19,5% em comparação com as 186,6 milhões de toneladas obtidas na safra anterior. Esse expressivo aumento na produção agrícola contribuirá para a garantia da oferta de alimentos no país e no mundo, auxiliando a economia, que poderá ter efetivas condições de manter um menor nível de inflação e de sustentar o ritmo na queda de juros, beneficiando, com isso, a sociedade e o país.

“Notamos uma enorme evolução na agricultura brasileira, por meio de uma maior integração entre toda a cadeia produtiva. Em função disso, nós acreditamos no protagonismo do agronegócio para a recuperação da economia nacional. Nesse sentido, a Agrishow contribuiu e continua contribuindo ao apresentar o constante aprimoramento tecnológico do setor”, disse Fábio Meirelles, presidente da Agrishow e da Faesp.

 

Novidades e atrações

Neste ano, a Agrishow conta com diversas novidades, como a Arena das Demonstrações de Campo, a Arena do Conhecimento e o Caminho do Boi. “A ideia é levar conhecimento para os visitantes da feira”, pontuou José Danghesi, diretor do evento.

A Arena de Demonstração de Campo apresentará um formato mais dinâmico e curadoria da Coopercitrus, onde os visitantes terão a oportunidade de conhecer tecnologias para o agronegócio, que contribuam no aperfeiçoamento das atividades dos produtores rurais. É a oportunidade dos produtores conhecerem as inovações que elevam a produtividade no plantio, economizando recursos naturais, insumos, diminuindo custos e aumentando a rentabilidade do produtor rural. Os visitantes poderão acompanhar demonstrações das últimas tecnologias que estão no mercado para auxiliar a alta produtividade no campo, como Geofert, Vant, drone de pulverização aérea, distribuição de corretivos em taxa variada, Weed Seeker, Piloto Automático, Tru Count e tratores e implementos das marcas Valtra e New Holland.

Já a Arena do Conhecimento será palco de apresentações de novas tecnologias, conhecimento e tendências durante a feira. Serão palestras, seminários e congressos, com o objetivo de levar informação relevante para o dia a dia e para os negócios dos profissionais do campo, ministrados por importantes organizações, como o LIDE Ribeirão Preto.

O Caminho do Boi permitirá aos visitantes simular o trajeto realizado pelo animal de corte, desde a fazenda até a mesa do consumidor. O objetivo é disseminar informação, mostrando de forma didática a importância da integração dos diversos elos da cadeia produtiva e como investimentos feitos pelo setor são responsáveis por fazer chegar à mesa do consumidor um alimento saboroso, de qualidade, confiável, produzido com tecnologia e de forma sustentável. O Caminho do Boi na Agrishow 2017 é uma parceria da Beckhauser com o Terraviva Eventos e aAgrishow.

A 18ª Rodada Internacional de Negócios, promovido pelo Programa Brazil Machinery Solutions (BMS), parceria entre a Abimaq e a Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), ocorrerá nos dias 2 e 3 de maio. A rodada reunirá fabricantes brasileiros dos setores de máquinas, implementos agrícolas, pecuária e equipamentos de irrigação, com compradores estrangeiros, vindos especialmente ao Brasil para essas reuniões, fortalecendo a imagem do Brasil como fabricante de bens de capital mecânico.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="481023" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]