Déa Trancoso encerra série Solo Música 2017 nesta terça (12)

Guilherme Grandi


Com Metro Jornal

Curitiba recebe nesta terça (12) a cantora mineira Déa Trancoso para apresentar o espetáculo “Líricas breves para a construção de uma alma”, que encerra a programação do Solo Música 2017.

Na última apresentação da série, a compositora e instrumentista apresenta o quinto disco da sua carreira e seu segundo trabalho autoral, que dá nome ao show, além de trazer canções ao som de rabecas feitas por ela mesma.

O álbum tem como base a voz humana e faz uma releitura poético-musical de cartas de tarô, trazendo assuntos como a vida, a alma, a morte e o amor. Enquanto canta o disco “Líricas breves para a construção de uma alma”, Déa Trancoso traz ao público curitibano uma riqueza instrumental, executando shruti indiano, quatro venezuelano e instrumentos artesanais, como flauta de PVC e ocarina de cerâmica.

No show, a artista apresenta composições cheias de regionalismo e de poética feminina, um dos aspectos que mais marcam o seu trabalho. Esse universo feminino é perceptível em versos como “Eu não sou a princesa de cândido olhar, a dama que cruza as pernas em longa elegância, a sinhazinha que concorda com urgência”, e “Sou uma velha mulher selvagem capaz de ver, de suportar o que vê”.

Baseado no livro “Poesia Mística”, de Rabindranath Tagore, o disco é uma contemplação à arte da poesia, em que a palavra conduz a melodia da artista. Na apresentação, a mineira traz músicas cheias de questionamentos, acompanhadas de arranjos construídos com instrumentos caseiros.

Nascida no meio artístico e filha de pais seresteiros, Déa Trancoso é conhecida por sua sonoridade e referências às várias manifestações culturais, tais como catimbó, coco, congo dobrado, maracatu, batuque, samba de roda, entre outras.

Serviço:
Terça (12) às 20h na Caixa Cultural Curitiba.
Os ingressos variam entre R$ 10 e R$ 20 e podem ser adquiridos pela bilheteria da Caixa.

Previous ArticleNext Article