Elton John e James Taylor sobem juntos ao palco da Pedreira nesta sexta (31)

Guilherme Grandi


Com ingressos disputados quase a tapas (e não é pra menos), finalmente está chegando a hora de conferir Sir Elton John e James Taylor aqui na nossa casa! Nesta sexta-feira (31), a Pedreira Paulo Leminski vai ficar pequena para estes dois mestres da música mundial. Um com seu estilo glamuroso e multifacetado, e o outro o ídolo do rock que já esteve por aqui num passado bem remoto.

Elton e James, ou John e Taylor, cantarão seus maiores sucessos e também algumas canções juntos, embora seja impossível imaginar o que pode sair desta união. Emocionante, para dizer o mínimo!

O primeiro, mais glamuroso, apresenta um show aclamado por críticos e público, repleto dos melhores hits da carreira. A turnê leva o nome de seu mais recente álbum – Wonderful Crazy Night – o 32º, que já foi avaliado pela Rolling Stone como um dos melhores da carreira. Essa nova apresentação conta não somente com algumas músicas do novo álbum, como também com os maiores hits de mais de 50 anos de carreira.

Elton John é, sem dúvidas, um ícone da música e da história da música. Ele começou sua carreira em 1969 e desde então já fez mais de 4 mil shows em mais de 80 países. Elton é um dos artistas solo que mais vendeu na história, com 38 discos de ouro e 31 discos platina ou multiplatinados, além de ter entrado no Top 40 da Billboard 58 vezes nos Estados Unidos, e vender mais de 250 milhões de músicas no mundo todo. Ele é o autor por trás de sucessos grandiosos, como Candle in the Wind (1997) – o single mais popular de todos os tempos, Your Song, Don’t Let The Sun Go Down On Me, Rocketman e muitas outras músicas.

Além de tudo isso, Elton John levou o Grammy em cinco oportunidades, recebeu o prêmio Grammy Legend, um Tony, um Oscar e seu nome integra o Hall da Fama do Rock and Roll desde 1994.

James Taylorjames taylor

Sendo um artista que constantemente está gravando e em turnê, James Taylor marcou as pessoas com sua belíssima voz barítono e uma maneira distinta de tocar sua guitarra por mais de 40 anos, ao mesmo tempo em que teve uma profunda influência em diversos jovens músicos.

Durante todo o curso de sua carreira como artista e compositor, Taylor vendeu mais de 100 milhões de álbuns, recebendo os prêmios de discos de ouro, platina e multiplatinado, indo desde Sweet Baby James de 1970, até October Road de 2012. Em 2015, Taylor lançou seu primeiro álbum de estúdio em 13 anos, o Before This World, que acabou conquistando a primeira posição das paradas da Billboard pela primeira vez em sua carreira, além de ser nominado ao Grammy pela categoria de Melhor Álbum Pop. Tendo vencido o Grammy diversas vezes, foi ainda incluído no Hall da Fama do Rock and Roll, além do importantíssimo Hall da Fama de Compositores.

Taylor foi premiado pelo governo francês com a Ordem das Artes e das Letras e recebeu a honraria da Medalha Nacional das Artes, do Presidente Barack Obama, com uma cerimônia na Casa Branca. Em novembro de 2015, Taylor recebeu a honraria mais elevada dos EUA, a Medalha Presidencial da Liberdade e, em 2016, ganhou o Prêmio Kennedy. Todas essas honrarias são entregues anualmente aos indivíduos que enriqueceram a cultura americana com realizações distintas na área das artes performáticas.

Acesso à Pedreira
As ruas Eugenio Flor e Antônio Krainski serão bloqueadas a partir das 8h e a João Gava a partir das 14h. A Setran estará orientando o trânsito no local, não será permitido estacionar na Rua João Gava. Os táxis terão acesso ao local, e a partir das 22h um ponto de táxi na esquina das ruas Antônio Krainski e Nilo Peçanha.

Serviço:
Elton John e James Taylor
Sexta, dia 31, a partir das 20h, na Pedreira Paulo Leminski
Rua João Gava, 970, Abranches
Ingressos a partir de R$ 190.
Os portões abrem às 16h.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="4990" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]