Sem categoria
Compartilhar

Em 50 minutos, PRF flagra 23 veículos acima da velocidade máxima

Com BandNews CuritibaA cada dois minutos, um motorista foi flagrado dirigindo acima do limite de velocidade na BR..

Mariana Ohde - 28 de fevereiro de 2017, 08:48

Com BandNews Curitiba

A cada dois minutos, um motorista foi flagrado dirigindo acima do limite de velocidade na BR-467, em Cascavel, na noite deste domingo (26).

Em 50 minutos de fiscalização, o radar portátil da Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 23 veículos em alta velocidade. Um deles chegou a passar pelo equipamento a 152 km/h, quando o limite é de 110 km/h para veículos leves e 90 km/h para veículos pesados.

De acordo com o responsável pela Comunicação Social da PRF, Fernando Oliveira, a fiscalização ocorreu em pontos críticos da estrada. Os números revelam que muitos motoristas só respeitam a velocidade limite quando existem radares fixos na pista.

"Quando o motorista sabe que não há um equipamento fixo de radar em determinado trecho de rodovia, ele desenvolve velocidades bem acima da velocidade permitida", afirma.Radar móvel PRF

Entre sexta-feira (24) e domingo (26), mais de 6 mil motoristas foram flagrados pelos radares portáteis da PRF por excesso de velocidade em todas as rodovias federais que cortam o Paraná.

O valor da multa para esse tipo de infração varia de R$ 130 a R$ 880, conforme o percentual superior à máxima fixada pela sinalização.

Para os casos acima de 50% em relação ao limite, além da multa, o motorista ainda pode ter a carteira de habilitação suspensa de dois a oito meses.

A PRF tem intensificado as ações de fiscalização durante o período noturno, por conta da quantidade de acidentes registrados no início do feriado prolongado. Doze pessoas morreram nas estradas federais do Paraná em menos de dois dias da Operação Carnaval.

"Sete delas morreram durante a madrugada. Por conta deste fato, a Polícia Rodoviária Federal decidiu intensificar a fiscalização noturna para velocidade e embriaguez, condutas ligadas a acidentes graves em rodovias federais. Quem resolver, na volta do feriado, pegar as rodovias no período noturno, tem que se preparar porque vai haver fiscalização da PRF", garante.

O total de mortes registradas até agora já é 50% superior ao de todo o Carnaval de 2016, quando oito pessoas morreram. Entre sexta e domingo, 112 condutores foram flagrados dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas e 452 realizando manobras proibidas de ultrapassagem.

A Operação Carnaval começou a zero hora de sexta-feira e segue até a madrugada da Quarta-Feira de Cinzas (1). O balanço completo da operação será divulgado na manhã de quinta-feira (2).